Conectado por

Alimentação

Você sabe o que são alimentos funcionais? Descubra suas vantagens!


Compartilhe: Entre no nosso grupo do Whatsapp

Publicado por

em

alimentação saudável é um dos pilares para ganhar mais qualidade de vida e bem-estar. E, esse estilo de vida está 100% relacionado aos alimentos funcionais. Ainda não conhece eles? Então você deve, para saber como incluí-los na sua rotina e ganhar mais vigor.

Eles concentram vitaminas e minerais essenciais ao organismo, entregando diversos benefícios. Por exemplo, agregam a saúde da pele, dos cabelosunhas e órgãos, prevenindo doenças como a diabetes e o colesterol alto. Dessa forma, eles são completos.

Neste post, o Sempre Bem mostra todas as propriedades que os fazem excelentes para a saúde geral. Além de ver dicas de quais são os principais alimentos desse tipo para incluí-los em sua dieta. Confira!

Quais são os compostos que fazem dos alimentos funcionais perfeitos aliados da sua saúde?

Flavonóides

Essas substâncias conseguem agregar diversos benefícios à saúde de forma geral, atuando no reforço de algumas funções do organismo, como no combate a determinadas doenças.

Entre as excelentes vantagens que os flavonóides trazem ao organismo estão suas ações como vasodilatador, melhorando a circulação sanguínea. Isso faz com que a pressão fique mais estabilizada e se evite problemas do coração.

Eles também têm ação antioxidante e anti-inflamatória, prevenindo infecções no corpo. Por fim, esses elementos ajudam na prevenção de câncer.

Proteínas de soja

As proteínas de soja derivam dessa semente e são excelentes no combate aos índices de colesterol alto. Especificamente o LDL, mais conhecido como colesterol ruim, que pode levar a quadros de entupimento de veias e artérias e hipertensão.

Ácidos graxos ômega-3

Os ácidos graxos do tipo ômega-3 atuam no combate aos radicais livres, oxidantes produzidos pelo organismo e derivados de alguns alimentos, que causam o envelhecimento precoce, entre outras consequências.

Para além desse ótimo benefício, esse elemento ajuda a combater o colesterol ruim e tem efeito anti-inflamatório. Ideal para evitar dores musculares, para quem pratica exercícios físicos intensos.

Isoflavonas

As isoflavonas são compostos dos alimentos que têm ação estrogênica, ou seja, que reduzem os clássicos sintomas de fases de menopausa e andropausa. Logo, estresse e queda de cabelo, além de dias de menor disposição, são evitados por esse composto.E, também tem ação de prevenir quadros de câncer.

Licopeno

O licopeno é um elemento presente em alguns alimentos funcionais de cor vermelha. Seu benefício está na prevenção de alguns cânceres, a exemplo do câncer de próstata, além de ser um reforço no controle do colesterol alto.

Luteína e zeaxantina

Ambos componentes de alimentos funcionais são antioxidantes. E eles atuam no combate ao envelhecimento precoce, inflamações de pele e também a degeneração do corpo, inclusive dos olhos.

Ácido A – Linolênico

Esse tipo de ácido é um poderoso estimulante do sistema imunológico, servindo na prevenção de gripes, resfriados e doenças respiratórias principalmente.Além do reforço trazido com o consumo de alimentos funcionais com o linolênico, ele também atua como um anti-inflamatório. Com essas duas vantagens, o componente evita inflamações e infecções de diversos tipos.

Indóis e isotiocianatos

Esses dois elementos derivados de alimentos funcionais, como alguns legumes, potencializam o fluxo de enzimas que protegem o organismo contra o câncer.

Para mulheres, esse benefício é ainda melhor, pois o câncer de mama é evitado em grande escala com o consumo frequente de alimentos ricos em indóis e isotiocianatos.

Catequinas

Esses elementos presentes em muitos alimentos funcionais são capazes de prevenir vários tipos de câncer. Ademais, as catequinas também propiciam o controle do colesterol ruim e bom, respectivamente LDL e HDL, melhorando o uso de ambos pelo organismo.

No mais, esses componentes colaboram para que o sistema imunológico seja fortalecido, barrando a ação de agentes infecciosos, como vírus e bactérias. Além de contribuir para recuperações mais rápidas de doenças.

Fibras solúveis e insolúveis

As fibras alimentares são excepcionais na regulação do intestino, evitando a prisão de ventre, inflamações e o mau funcionamento desse órgão.

No caso das fibras solúveis e insolúveis encontradas em abundância em diversos alimentos funcionais, elas servem para controlar a glicemia. Esse é o açúcar do sangue, e com a ingestão alimentar rica em fibras, se previne a diabetes de tipo 2.

Para quem também está na busca da perda de peso, ingerir alimentos funcionais é perfeito, pois as fibras aumentam a sensação de saciedade. Fazendo com que se coma menos, sem ficar com fome pouco tempo depois da refeição.

Sulfetos Alílicos

São atuantes na prevenção do colesterol alto, reforçam o sistema imune e ainda contribuem para que a pressão arterial fique equilibrada.

Também, os sulfetos alílicos reduzem o risco para problemas gástricos, como má digestão, inflamação, úlcera e câncer de estômago. Um “pacote” de vantagens que ajuda muito para que o organismo funcione de maneira plena e fique longe de contratempos.

Prebióticos

Os prebióticos são substâncias que ajudam no funcionamento da flora, reduzindo as chances de intestino preso e desconfortos abdominais. Além disso, esses elementos contribuem para a absorção dos nutrientes de outros alimentos.

Tanino

Os taninos são antioxidantes naturais dos alimentos funcionais, que preservam a saúde da pele e de todos os órgãos.

Para além desse efeito benéfico no organismo, os taninos funcionam como anti-sépticos, “limpando” o organismo de impurezas e toxinas que levam a inflamações e infecções.

Probióticos

Eles têm uma atuação parecida com a dos prebióticos, melhorando a saúde intestinal. Dessa forma, consumir alimentos ricos nesses componentes é uma boa forma de evitar gastrite, azia, prisão de ventre e até mesmo o câncer de cólon.

Estanóis e esteróis vegetais

Essas substâncias diminuem os riscos para doenças do coração, como infarto, inflamações e o mau funcionamento de artérias. Sendo elementos encontrados apenas em alimentos funcionais de origem vegetal.

Quais são os principais alimentos funcionais que podem ser incluídos nas refeições do dia a dia?

Para desfrutar do melhor que as substâncias dos alimentos funcionais garantem à saúde, é preciso selecionar aqueles produtos que são ricos neles.

Confira uma lista com os principais alimentos funcionais para incluir em sua alimentação diária:

produtos lácteos fermentados como iogurtes e leites fermentados: probióticos;

óleos vegetais como soja: estanóis e esteróis vegetais;

sálvia, caju, manjericão, manjerona, maçã, uva, soja: taninos;

noz-moscada e linhaça: lignanas;

cebola e alho: sulfetos alílicos;

batata yacon e raiz de chicória: prebióticos;

centeio, aveia, farelo de trigo, cevada, feijão, soja, ervilha, frutas com casca: fibras solúveis e insolúveis;

tomate, soja, pimentão, cereja, frutas cítricas, alcachofra: flavonóides;

couve de bruxelas, repolho, couve flor, brócolis, rabanete, mostarda: indóis e isotiocianatos;

pequi, folhas verdes e milho: luteína e zeaxantina;

goiaba vermelha, pimentão vermelho, tomate, melancia: catequinas;óleos de linhaça, soja;

nozes e amêndoas: ácido A-linolênico;

salmão, atum, anchova, arenque, peixes marinhos como sardinha: ácidos graxos ômega-3;

soja e derivados como o leite de soja, sucos, queijos: proteínas de soja e isoflavonas.

Fazer uma alimentação baseada nos alimentos funcionais trará mais qualidade de vida no longo prazo. Garantindo muita saúde para fazer as tarefas do dia a dia e aproveitar os momentos em família com bastante prazer. Também, aliar uma rotina de exercícios físicos é um bom jeito de reforçar os benefícios de cada alimento.

Semprebem.paguemenos.com.br

Publicidade
CRÉDITO JÁ - EMPRÉSTIMOS
Casas De Apostas Online

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento