Conectado por

Agronegócios

Desmatamento aumenta 19% no mês de maio em Mato Grosso, segundo Imazon


Compartilhe: Entre no nosso grupo do Whatsapp

Publicado por

em

O Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD), desenvolvido pelo Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), detectou 797 km² de desmatamento na Amazônia Legal, em maio. Um aumento de 26% em relação ao mesmo período do ano passado, quando o desmatamento somou 634 km².

Mato Grosso teve o terceiro maior desmatamento somando 19% do total. Entre os municípios que mais desmataram no período estão Colniza e Aripuanã (1.046 e 947 quilômetros de Cuiabá, respectivamente).  Também aparecem na lista as regiões de Altamira, São Félix do Xingu, Novo Progresso, Trairão (todos no Pará), além de Porto Velho (RO), Candeias do Jamari (RO), Novo Aripuanã (AM) e Lábrea (AM).

Consta ainda no boletim mensal do SAD que no mês passado, a maioria (53%) do desmatamento ocorreu em áreas privadas ou sob diversos estágios de posse. O restante do desmatamento foi registrado em unidades de conservação (34%), assentamentos (12%) e terras indígenas (1%).

Já as florestas degradadas na Amazônia Legal somaram 76 km² em maio de 2019, enquanto que em maio de 2018 a degradação florestal detectada totalizou 130 km². No mês passado, a degradação foi detectada no Amazonas (48%), Mato Grosso (36%), Rondônia (12%) e Pará (4%).

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + doze =

Publicidade
Casas De Apostas Online

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento