Conectado por
Governo de Rondônia

Mato Grosso

Restos mortais devem ser retirados de cemitério para a construção de prédio em Cáceres (MT)

Publicado por

em


Continua após a publicidade

Foi publicado no Diário Oficial dos Municípios que circulou nessa segunda-feira (18) o encerramento das atividades do Cemitério São Miguel Arcanjo, em Cáceres, a 220 km de Cuiabá, mais conhecido como Cemitério do Junco, que tem mais de 100 anos de existência.

O cemitério já não fazia sepultamentos há vários anos e, em agosto do ano passado, o município passou o terreno do local para a iniciativa privada.

No lugar do cemitério deve ser construída uma unidade do Serviço Social do Transporte – SEST e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest/Senat), que pertence ao “Sistema S” e tem como foco a assistência aos trabalhadores do setor de transporte.

A prefeitura convidou as famílias dos sepultados no cemitério para uma audiência pública, no dia 28 deste mês, às 19h30 (horário de Mato Grosso). Na audiência, devem ser informados detalhes dos procedimentos com os restos mortais.

Esses restos mortais vão ser exumados e a família terá a opção de levá-los para algum dos cemitérios da cidade ou mesmo para uma capela de ossos e velas, segundo a publicação.

A audiência com os familiares dos sepultados no cemitério deve ser realizada no Centro Comunitário da Comunidade Nossa Senhora do Carmo, que fica anexo à Igreja Nossa Senhora do Carmo, no Bairro do Junco.

Segundo a prefeitura, caso os familiares ou responsáveis não se manifestem, os sepulcros serão abertos e os restos mortais serão guardados seguindo o que tiver sido definido durante a audiência.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *