Conectado por

Amazonas

População madruga em fila para sacar auxílio emergencial em Manaus

Publicado por

em

Dezenas de pessoas passaram a madrugada em filas nas portas das agências da Caixa Econômica Federal de Manaus para resgatar o auxílio emergencial. Foi liberado nesta segunda-feira (27) o saque presencial do benefício de R$ 600 nas agências da Caixa e casas lotéricas.

Na agência da Avenida Autaz Mirim, trabalhadores levaram papelão e cobertores para aguardar a abertura da agência durante a noite.

Desde o início do mês, as agências bancárias da capital amazonense têm registrado longas filas de pessoas com dúvidas em relação ao benefício.

Manaus tem registrado aglomerações em filas há duas semanas — Foto: Carolina Diniz

Manaus tem registrado aglomerações em filas há duas semanas — Foto: Carolina Diniz

A camareira Maria Simone, de 37 anos, contou ao G1 que deveria ter sacado o benefício na quinta-feira, mas não conseguiu pegar senha para atendimento. Retornou nesta segunda, depois que o filho começou a aguardar na fila desde as 10h da manhã deste domingo (26). Pela internet, ela confirmou que o cadastro foi aprovado.

“O dinheiro foi liberado, mas o cartão está vencido. Fui na lotérica e não deu certo, me disseram que tinha que ser na agência”, disse.

Na mesma fila desde as 14h de domingo, a cabeleireira Maria Sideli dos Santos Lima, 48 anos, levou papelão e cobertores para encarar a longa espera. Segundo ela, é o terceiro dia em busca ajuda na agência.

“Nas outras vezes acho que não me informaram direito, ou eu passei alguma coisa errada. Me falaram que eu vou receber o dinheiro pelo Bolsa Família e que ia chegar os dados da conta digital no meu celular, mas até hoje nada”.

Maria Sideli teve o auxílio aprovado, porém enfrenta dificuldades para sacar o dinheiro — Foto: Carolina Diniz

Maria Sideli teve o auxílio aprovado, porém enfrenta dificuldades para sacar o dinheiro — Foto: Carolina Diniz

Para a reportagem, ela exibiu na tela do celular o status aprovado para saque do auxílio emergencial e também do benefício do Bolsa Família bloqueado, com a mensagem de orientação para procurar ajuda presencial.

Às 8h35, a distribuição de senhas para atendimento ainda não havia começado. “A noite foi muito ruim, e é perigoso pegar essa virose (Covid-19). Eles tinham que abrir umas 7h, porque a gente fica cansado”, lamentou Sideli.

A amiga dela, Simone Conceição Gomes, 30 anos, que está desempregada, também dormiu na fila, pela primeira vez. “Ainda bem que teve gente que veio aqui doar café da manhã. Tinha pão café e suco”, contou.

Ela relatou que tinha o bolsa família, mas foi suspenso há sete anos. Ligou no 111 e falaram que já estava no Cadastro Único e aprovada para o saque neste dia 27. “Tenho o cartão do bolsa família, mas não tenho mais a senha”, explicou.

Saques e calendário

O saque pode ser feito apenas pelos beneficiários das parcelas do auxílio creditadas da poupança digital. A Caixa informou que ainda vai divulgar um novo calendário para a retirada da terceira e última parcela do benefício.

Os pagamentos do auxílio são liberados mediante o mês de aniversário dos trabalhadores.

  • 27 de abril – nascidos em janeiro e fevereiro, com poupança digital gratuita da Caixa;
  • 28 de abril – nascidos em março e abril, com poupança digital gratuita da Caixa;
  • 29 de abril – nascidos em maio e junho, com poupança digital gratuita da Caixa;
  • 30 de abril – nascidos julho e agosto, com poupança digital gratuita da Caixa;
  • 04 de maio – nascidos em setembro e outubro, com poupança digital gratuita da Caixa; e
  • 05 de maio – nascidos em novembro e dezembro, com poupança digital gratuita da Caixa.

Os trabalhadores podem sacar o auxílio nos caixas eletrônicos e casas lotéricas de todo o país, sem a necessidade de usar um cartão. Ainda assim, é preciso solicitar a retirada por meio do aplicativo Caixa TEM. Até o momento, não foi informada nenhuma outra forma de solicitar o saque.

G1