Conectado por
Governo de Rondônia

Cuiabá-MT

Mendes agiliza compra direta de 1,5 milhão de doses de vacina

Publicado por

em

Governador quer autorização do Ministério da Saúde, que centralizou a compra do imunizante


Continua após a publicidade

O governador Mauro Mendes (DEM) ainda espera a autorização do Ministério da Saúde para efetivar a compra de 1,5 milhão de doses de vacina contra o coronavírus.

Ele disse que está em fase avançada de negociação com uma indústria farmacêutica, faltando apenas o aval do Governo Federal para fazer a compra de forma direta e atender à população de Mato Grosso. 

“Temos o recurso. Estamos em estágio bem avançado de negociação para comprar vacinas que são utilizadas no mundo inteiro. Mas, ainda dependemos dessa posição do Ministério da Saúde”, exxplicou o governador.

Mauro Mendes observou que não poderá fechar a compra antes da obter a autorização, uma vez que pode ocorrer um confisco das doses por parte da União. 

O Governo Federal não está permitindo que estados e municípios comprem a vacina de forma individualizada, centralizando as aquisições.  

O Ministério da Saúde, inclusive, ameaça confiscar as doses que forem adquiridas em paralelo, sem a autorização do Governo Federal.

“O ministro foi muito claro que toda compra de vacina deve ser feita pelo Ministério da Saúde e PNI. Estou tentando um contato com o ministro para dizer que eu consegui, estamos em tratativa razoavelmente avançada para Mato Grosso comprar 1,5 milhão de vacinas. Estamos, há mais de um mês, correndo atrás. Agora, para comprar e entregar no Brasil inteiro não tem muita lógica. Não vou pagar para distribuir vacina para todos”, completou Mendes. 

 

 

Diário de Cuiabá