Conectado por

Cuiabá-MT

Justiça de Cuiabá nomeia provisório para ocupar lugar do pastor Sebastião na presidência da Assembleia de Deus

Publicado por

em

A juíza Sinii Savana Bosse Saboia, da Nona Vara Cível de Cuiabá, acatou pedido liminar e nomeio Enézio Barreto Rondon como administrador provisório da Igreja Evangélica Assembleia de Deus de Cuiabá e Região. Decisão foi estabelecida no fim da tarde de quarta-feira (14).

Continua após a publicidade

 
Determinação ocorre após as mortes dos pastores Sebastião Rodrigues e seu filho, Rubens Ciro, presidente e vice da igreja. Ambos faleceram em consequência à pandemia do novo coronavírus.

Segundo a juíza, o estatuto da Igreja afirma que compete ao vice-presidente “substituir o presidente da Igreja Evangélica Assembleia de Deus, em sua falta e impedimento, e sucedendo-o no cargo em casa de vacância”. Porém, não há indicação em caso da falta de ambos.

“Tal regimento é omisso na indicação de sucessores em caso de falecimento de ambos os membros a frente da mesa diretora da entidade, o que reflete de fato na impossibilidade da gestão da pessoa jurídica, isto porque não há destinação no estatuto das atribuições destes membros a outro órgão ou membro da instituição”, alertou a magistrada.

Ainda segundo os autos, o indicado detém cargo na Convenção dos Ministros das Sssembleias de Deus no Estado de Mato Grosso e das Igrejas Filiadas (Comademat), o que demonstraria, ao menos inicialmente, a sua capacidade de gerir a entidade momentaneamente.

 Com a decisão, Enézio Barreto foi nomeado como administrador provisório da Igreja Evangélica Assembleia de Deus de Cuiabá e Região, pelo prazo e tempo estritamente necessário para a regularização da representação.

OLHARDIRETO