Conectado por
Governo de Rondônia

Pará

Hospitais do Pará e de Rondônia recebem mais de R$ 5 milhões em respiradores e concentradores de oxigênio para enfrentamento à COVID-19

Publicado por

em


Continua após a publicidade

Operação Sorriso Brasil organizou a doação dos equipamentos feita pela Temasek

            A Operação Sorriso, organização internacional que realiza cirurgias gratuitas para crianças e adultos com fissuras labiopalatinas, organizou a doação de 21 ventiladores mecânicos e 12 concentradores de oxigênio para dois hospitais localizados em Porto Velho (RO) e Santarém (PA). A doação dos equipamentos foi realizada pela Temasek, companhia de investimentos globais sediada em Cingapura e que apoiou as iniciativas da Operação Sorriso para ajudar crianças que sofrem de fissuras labiopalatinas.

            A doação corresponde a mais de R$ 5 milhões e os equipamentos são de extrema importância para que os hospitais possam ampliar a capacidade de atendimento de UTI para os casos de COVID-19. “Os equipamentos são fundamentais para fazer o enfrentamento adequado à doença. Eles nos ajudarão a aumentar o número de leitos de Terapia Intensiva para que possamos atender pacientes da região e de outros municípios do Pará. É uma ajuda significativa e que veio num momento importantíssimo para toda a população”, destaca Hebert Moreschi, diretor hospitalar do Hospital Regional do Baixo Amazonas, situado em Santarém, e que já recebeu 1.991 notificações de casos de COVID-19 desde 13 março de 2020.

            O Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro, em Porto Velho, é o outro hospital que recebeu os aparelhos. Segundo Raquel Gil Costa, diretora geral, a doação chegou “em um momento crucial no enfrentamento às complicações respiratórias causadas pela COVID-19”. Desde o primeiro caso registrado da doença no hospital, em 1º de abril de 2020, já foram atendidos 473 casos confirmados e outros 423 suspeitos. Assim como no Pará, Rondônia segue registrando alta no número de casos desde dezembro.

Sobre a Operação Sorriso

A Operação Sorriso foi fundada em 1982, nos Estados Unidos, e atualmente é uma das maiores organizações médicas voluntárias do mundo, reunindo profissionais da saúde de 80 países. A organização atua no Brasil desde 1997, onde já realizou 5.739 cirurgias gratuitas para pessoas nascidas com fissuras labiopalatinas. Além do Brasil, a Operação Sorriso atua em outros 34 países por meio de suas missões humanitárias. Para saber mais, acesse o site https://www.operacaosorriso.org.br