Conectado por
Governo de Rondônia

Polícia

Taxista é sequestrado e morto por criminosos durante roubo de caminhonete

Publicado por

em


Continua após a publicidade

Os acreanos Pablo da S. F., de 28 anos, Eduardo da S. F., de 23 anos, Emerson G., de 26 anos, Miguel F. da C., de 20 anos, Saimon da S. V., de 18 anos, e o guajaramirense Eliasio S. C., de 49 anos, foram presos na última quinta-feira (31) após roubarem, torturarem e matarem asfixiado o taxista Ronaldo Vacaro, em Extrema, distrito de Porto Velho. 

De acordo com a polícia, na tarde de quarta-feira (30) o taxista acreano Ronaldo Vacaro teve seu veículo Amarok, de cor branca, de placa NXT 9638, de Rio Branco-AC, roubado durante o assalto entre o distrito de Extrema e Nova Califórnia, na BR-364, zona rural da capital rondoniense.

Para atrair a vítima, os criminosos contrataram o serviço do taxista e no meio do caminho a vítima foi morta asfixiada e jogada na mata na beira da estrada. 

O bando escondeu o carro em uma residência em Vista Alegre e para, em seguida, levar para Guajará-Mirim com o objetivo de cruzar o rio e vender na Bolívia. 

Já na manhã desta quinta-feira (31), os policiais receberam denúncia informando que o veículo roubado estava escondido no Bairro Santo Antônio. Para os policiais, Emerson S., de 26 anos, que reside em Vista Alegre-RO, confessou que foi contratado por Pablo da S. F., 28 anos, que reside em Rio Branco, para conduzir o veiculo até o município de Guajará-Mirim.

Os policiais então saíram em patrulhamento para localizar os outros criminosos que participaram do latrocínio e localizaram Eliásio S. C, no Bairro Triângulo, em Guajará-Mirim.

Ainda em patrulhamento para prender o restante dos criminosos e sem saber que a vítima estava morta, outra viatura foi até a residência de Eliásio e prendeu Saimo da S. Vieira, Miguel F. C., Eduardo da S. F. e Pablo da S. F.

Na revista pessoal, foi encontrado com Eduardo da S. F. foram encontrados R$ 921 e quatro cartões com o nome da vítima.

Os criminosos Saimon e Eduardo confessaram para os policiais que mataram a vítima asfixiada após o assalto. Todos os criminosos presos foram encaminhados para a delegacia da região e ficou a disposição da Justiça.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *