Conectado por

Rondônia

Segurança Pública adere a quatro pré-projetos vencedores do Prêmio Boas Ideias em 2017


Compartilhe: Entre no nosso grupo do Whatsapp

Publicado por

em

A Superintendência do Estado para Resultado (EpR) apresentou para a Secretaria de Estado de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec) quatro pré-projetos vencedores do Prêmio Boas Ideias de 2017, voltados para a segurança pública de Rondônia. Para a categoria População, o tema era “Segurança Pública – Ideias inovadoras que resulte em ação preventiva da população para redução dos índices de furto e roubo no Estado de Rondônia”, e para a categoria Servidor Público a proposta foi “Desburocratização do serviço públicoIdeias inovadoras que resulte na eficiência do processo de comunicação interna do Governo e integre as unidades de gestão, com a redução de custo e elevação de produtividade”.

Com a viabilidade e economicidade das ideias vencedoras selecionadas, a EpR apresentou nesta terça-feira (19) os pré-projetos das três primeiras ideias vencedoras do prêmio na categoria População e o segundo lugar na categoria Servidor Público. Na ordem, as ideais são “Campanha educação vem de berço”, de autoria do comandante do 5º Batalhão de Polícia Militar, coronel Roni Hérton Dantas de Freitas; “Acionamento do Ciop via WhatsApp”, de Ednir Maria dos Prazeres Cordeiro; “Patrulha de Leitura no Orgulho do Madeira: A cada página lida salvamos uma vida”, de Tiago Santos Malheiros; e “Tecnologia móvel em favor da segurança pública e do cidadão”, de autoria do servidor Erik Sanches Nogueira.

Estavam presentes na reunião a equipe de coordenação do Prêmio Boas Ideias e de projetos da EpR, o superintendente – Ricardo Fávaro, o secretário da Sesdec – Ronimar Vargas Jobim, além de técnicos da Sesdec e da EpR, e alguns autores de ideias apresentadas para serem inseridas como projetos a serem desenvolvidos pela instituição responsável pela segurança pública do estado. “São ideias que nós avaliamos que podem ser colocadas na prática como ferramenta de trabalho e oferecendo melhorias no serviço prestado à sociedade e com baixos investimentos, facilmente compensados pelos resultados de impacto que podem surtir”, explica a coordenadora do Prêmio, Epifânia Barbosa.

A Campanha educação vem de berço é uma ideia que trabalha a conscientização de familiares de crianças e adolescentes quanto à assunção de suas funções, levando em consideração que a família tem a função formativa, a escola tem a função instrutiva e a polícia é a seguradora. Por meio de campanhas de abordagem no trânsito (Blitz educativas), em locais como escolas, associações comunitárias e pontos de grande aglomeração, a ideia propõe chamar a atenção das famílias sobre suas responsabilidades intransferíveis de aprimorar a conduta desejável do cidadão, e deverá ser executada por policiais treinados do 5º BPM na área de competência do batalhão.

O Acionamento do Ciop via WhatsApp (SOS CIOP) tem a intenção de descentralizar o atendimento de chamadas policiais do 190, dando mais agilidade e acesso à comunicação, ao atendimento da ocorrência através do envio da localização do fato, e ainda identificando as pessoas envolvidas através de fotos e vídeos que podem ser enviados pelo aplicativo, evitando, desta forma, os frequentes trotes, já que o comunicante também pode ser cadastrado para identificação.

Já a Patrulha de Leitura no Orgulho do Madeira propõe a criação do Clube do Bem, reunindo moradores com perfil de liderança para serem multiplicadores de boas ações no residencial, para serem parceiros da polícia na solução de problemas na comunidade. O pré-projeto também prevê a implantação de uma Biblioteca Comunitária da PM para levar conhecimento e oportunidade para as crianças de progressão social.

SERVIDOR PÚBLICO

A quarta ideia, Tecnologia móvel em favor da segurança pública e do cidadão, foi formatada pelo policial militar Erik Sanches Nogueira, apontando problemas na confecção de Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO) e lentidão na conclusão dos registros. A proposta é equipar as equipes policiais com tablets e impressoras térmicas para a agilidade da confecção de TCO, reduzindo assim 50% do tempo utilizado para a produção no local do ocorrido. Através de um aplicativo, todo o registro será realizado, reduzindo ainda em 90% o uso de papel.

O secretário da Sesdec aderiu a todas as ideias concordando com a praticidade e a necessidade de envolver ainda mais a sociedade e, principalmente, as crianças na segurança pública. “Trabalhar em escolas é fantástico. Eles se encarregam de levar as informações para casa e para os vizinhos. Temos o Proerd, que já desenvolve esse trabalho e que pode agregar ainda mais às ações se unirmos com o projeto da campanha de conscientização sobre o papel familiar na formação das crianças e adolescentes. Vamos unir equipes da EpR e da Sesdec, e com certeza teremos êxito em todas as ações”.

Ricardo Fávaro disse que a gerência de projetos vai transformar as ideias em projetos para a execução, contando ainda que as parcerias da Seduc e Seas são primordiais para a realização dos projetos educativos e sociais.

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!
Publicidade
Casas De Apostas Online

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento