Conectado por
Governo de Rondônia

Festas & Eventos

Projeto mato-grossense de sustentabilidade concorre a prêmio nacional

Publicado por

em


Continua após a publicidade

Reaproveitar os resíduos sólidos da indústria madeireira para fins de compostagem. Essa ideia, que já ocorre na prática, em Juína (a 730 km de Cuiabá), está na final do 1º Prêmio Nacional de Boas Práticas Sindicais da Confederação Nacional da Indústria (CNI). A prática “Solução para destinação de resíduos sólidos”, campeã na etapa estadual, foi selecionada entre as seis finalistas de todo o país.

O projeto do Sindicato das Indústrias Madeireiras e Moveleiras do Noroeste de Mato Grosso (Simno) transforma o pó de serra das indústrias em adubo. A experiência teve início na própria sede do sindicato e foi tão satisfatória, que passou a ser utilizada até no paisagismo da cidade de Juína, como melhorador do solo, entre outras plantações.

Para o presidente do Simno, Paulo Veronese, trata-se de uma iniciativa realmente bem-sucedida e que pode servir de exemplo para a sustentabilidade de outros sindicatos do país. “Esse reconhecimento contempla todo o setor de base florestal de Mato Grosso. Estamos honrados em participar dessa final, com uma boa prática que contribui para tornar as indústrias sustentáveis e economicamente viáveis, além de evitar que mais resíduos sejam jogados ao meio ambiente”.

A escolha da melhor boa prática do país ocorre através da internet até o dia 22 de junho. Clique aqui para votar. O anúncio da premiação será no dia 03/07, durante o Encontro Nacional da Indústria (ENAI), em Brasília. Além do reconhecimento, os sindicatos responsáveis pelas três melhores práticas ganharão uma viagem à Costa Rica, para participar de um renomado curso de gestão, ILGO 2019, no Centro de Treinamento da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *