Conectado por

Estudo

Pesquisadores brasileiros eliminaram HIV de paciente com novo coquetel

Publicado por

em

Todo dia, o mesmo trajeto. Rumo à Universidade Federal de São Paulo. Passos persistentes que levaram adiante. Esta semana, o infectologista Ricardo Diaz anunciou para o mundo o resultado de uma pesquisa que deve marcar a historia do combate ao vírus HIV.

Continua após a publicidade

Em um congresso internacional todo online, ele detalhou como aparentemente conseguiu eliminar por completo o vírus do corpo de uma pessoa: “Interrompendo o tratamento a gente percebeu não só que o vírus não voltou, como ele não estava mais em locais onde ele fica normalmente nas células”.

Quando o HIV invade o corpo, ele se conecta, entra nas células de defesa onde libera seu material genético. Assim, consegue se multiplicar. Os remédios usados hoje controlam essa reprodução. Diminuindo assim a quantidade do no corpo e possibilitando uma vida saudável. Mas o HIV que fica adormecido dentro de algumas células.

Neste tratamento proposto pela equipe do professor Diaz, substancias identificam essas células infectadas. Ao mesmo tempo, remédios são usados para matar essas células . E, outros, para estimular a produção de novas células saudáveis.

“Está quase lá. A gente tem que esperar mais 2 anos pra ter um confiança maior pra ver se tudo está seguindo da forma como gente imaginava”, explica o infectologista.

Se, nos próximos exames, o vírus continuar não dando as caras, esta terá sido a primeira vez que alguém ira poderá se ver totalmente livre do HIV só com o uso de medicamentos.

FONTE:G1