Conectado por

Ariquemes

Número de eleitores com deficiência diminui 5,5% em quatro anos em Ariquemes, RO


Compartilhe:

Publicado por

em

Os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apontam que o número de eleitores com algum tipo de deficiência diminuiu 5,5% em Ariquemes (RO), no Vale do Jamari, desde as últimas eleições gerais, em 2014. De acordo com o órgão, a quantidade abaixou de 500 para 472 eleitores aptos a votarem no próximo domingo (7).

Segundo as estatísticas do TSE, em 2014 haviam 160 eleitores com deficiência de locomoção, 92 com deficiência visual e 52 com deficiência auditiva. Além de 196 eleitores que declararam possui outro tipo de deficiência.

Já em 2018, o eleitorado diminuiu para 148 eleitores com deficiência de locomoção, 94 com deficiência visual, 53 com deficiência auditiva e 177 que informaram possuir outro tipo de deficiência.

De acordo com o TRE, eleitores com qualquer tipo de deficiência física podem votar em seções especiais. Mas segundo o Fórum Eleitoral do município, nenhum eleitor solicitou ser atendido em uma seção especial com melhores acessibilidades.

Mas conforme o TSE, as pessoas que possuem deficiência podem ser acompanhadas na cabine de votação para facilitar o voto.

Na região norte, o com maior número de eleitores com deficiência é o Pará com 40.433 mil. Logo em seguida aparecem os estados do Amazonas com 11.600 mil, Tocantis com 9.620 mil, Rondônia com 8.864 mil, no Amapá são 2.803 mil, Roraima 2.122 mil e o Acre com 1.959 mil.

Dias antes das eleições:

Os dias que antecedem ao pleito possuem uma agenda com datas importantes e prazos finais, estabelecidos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Confira alguns dos principais acontecimentos dos dias antes da eleição:

Terça-feira (2)

  • Desde a última terça-feira, nenhum eleitor pode mais ser preso. Segundo o TSE, a medida serve para garantir o equilíbrio da disputa e prevenir que prisões sejam usadas como manobra para prejudicar um determinado candidato. Há exceções: se alguém é condenado por crime inafiançável, pego em flagrante ou por desrespeito de salvo-conduto.

Quinta-feira (4)

  • Último dia de transmissão da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão. É também o prazo final de propaganda política com comícios e aparelho de som fixo.
  • Último dia para debate entre os candidatos no rádio e na TV. Nesta data, a Rede Globo transmite o debate entre os candidatos à Presidência.

Sábado (6)

  • Último dia para uso de alto-falantes, distribuição de material impresso (como santinhos), realização de carreatas, caminhadas ou passeatas.