Conectado por
Governo de Rondônia

Acre

Minoru Kinpara apresenta suas propostas para segurança pública do Acre, na Capital

Publicado por

em


Continua após a publicidade

O candidato ao Senado Federal (Rede), Minoru Kinpara, cumpre hoje, 20, agenda na capital. Pela manhã, Minoru caminhou pelo centro de Rio Branco e apresentou para estudantes, donas de casa e vendedores as suas propostas. “O nosso desafio é enorme, mas acredito que a população acreana deseja e quer mudança. Caminhando e conversando com as pessoas, percebo que é possível fazer uma política solidária, que se importa com a população e não apenas com os interesses pessoais”, destaca Kinpara.

Quando Minoru Kinpara conversa com os eleitores, a temática mais evidente é a segurança. Segundo dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, aproximadamente 64 mil pessoas foram vítimas de mortes violentas no Brasil em 2017.

Rio Branco apresenta a maior taxa de assassinatos por 100 mil habitantes entre as capitais, com 83,7 pessoas mortas. Para o morador do bairro Abrahão Alab, policial militar da reserva, José Océlio, é necessário um investimento maior no combate à violência. “Precisamos de cabeças pensantes. Pessoas comprometidas com a saúde, educação e segurança. Acredito que o Minoru pode fazer mais por essas áreas”, destaca Océlio.

Minoru apresenta um conjunto de propostas para a segurança pública como, por exemplo, garantir a capacitação continuada e a valorização dos profissionais de segurança, apoiar as ações de fortalecimento na fronteira; lutar para reduzir o déficit de pessoal na área e atuar para reestruturar e modernizar o sistema prisional brasileiro.

Minoru Kinpara: uma vida dedicada à educação

O ex-reitor da Universidade Federal do Acre (Ufac) e agora candidato ao senado pela Rede, Minoru Kinpara, tem uma vida inteira dedicada à educação. Kinpara é graduado em Pedagogia e Letras Língua Inglesa pela Ufac; possui mestrado e doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp); e pós-doutorado pela Universidade de Salamanca, na Espanha. Foi professor da Educação Infantil, na escola Sheila Nasserala e atualmente é docente titular da Ufac.