Conectado por

AL/MT

Max diz que AL/MT vai “defender prerrogativas” e decidir por decreto ou ação contra decisão do TCE


Compartilhe:

Publicado por

em

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso -ALMT, Max Russi (PSB) garantiu que a Casa irá defender suas prerrogativas e manter a validade da Lei Complementar 18/2021 que trata da isenção do ICMS das unidades com energia solar pelo uso do sistema de distribuição (Tusd). Após o conselheiro Valter Albano, do Tribunal de Contas (TCE-MT), julgou procedente um requerimento do Ministério Público de Contas (MPC) e determinou que o Governo de Mato Grosso mantenha tal cobrança.

A decisão gerou reclamação entre os parlamentares, que já prepararam um decreto legislativo para reverter o parecer do conselheiro. De acordo com Max, nesta segunda-feira (19), os deputados decidirão, durante sessão extraordinária marcada para 9h, se aprovam o decreto ou acionam a Justiça. “O encaminhamento que a maioria decidir será adotado pela Casa. A Procuradoria vai atuar conforme o direcionamento dado pela maioria dos deputados. A Assembleia vai defender as suas prerrogativas”.

( Olhar Direto )

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento