Conectado por

AL/MT

Janaina Riva crê em apoio de Russi para disputar cargo na Mesa da AL/MT

Publicado por

em

A deputada estadual Janaina Riva (MDB) disse acreditar no apoio do colega Max Russi (PSB) na disputa à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso-AL/MT, que deve ocorrer ainda neste ano.

Continua após a publicidade

Ela pretende concorrer ao cargo de primeira-secretaria, que atualmente é ocupada por Russi. O deputado, por sua vez, teria a intenção de continuar na função que, entre outras funções, é responsável pelo ordenamento de despesas da Casa. Janaina ocupa hoje a vice-presidência.

“Não acredito que terá resistência do Max. É natural que tenha discussão pelo espaço. Ninguém quer perder espaço. Mas acredito, sim, que ele pode me apoiar e ocupar outro cargo na Mesa. A gente pode fazer uma construção com ele”, disse a deputada, em entrevista ao MidiaNews.

“Não acredito que terá essa rixa, essa briga. Já conversamos algumas vezes sobre o assunto. Eu, ele, o presidente Eduardo Botelho e outros deputados que também têm interesse em permanecer na Mesa Diretora”, acrescentou.

A ideia, conforme ela, é construir uma chapa tendo o atual presidente, Eduardo Botelho (DEM), como candidato à reeleição.Caso isso ocorra, será o terceiro mandato seguido de Botelho.

Data da eleição

De todo modo, a deputada disse acreditar que as conversas em torno do assunto devem se intensificar somente após oficializada a data da eleição.

Recentemente, os deputados aprovaram uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que modifica a data da eleição, que iria ocorrer em setembro.

O texto foi apresentado pela própria Janaina, já que o pleito ocorrerá próximo a chegada de seu filho, planejado para 25 de agosto. Com a aprovação, a eleição deve ocorrer entre final de maio e início de junho.

“Combinamos entre nós de esperar a decisão de quando vai ser a eleição e se movimentar durante esse período. Acredito que as discussões começam a esquentar a hora que o presidente Botelho publicar a data”, disse Janaina.

“Até lá, nem faz muito sentido discutir, porque ainda não sabemos quando será. Combinamos de esperar até para não antecipar nenhum desgaste político”, acrescentou.

“Sem preferência”

Questionada se Botelho teria algum tipo de preferência por construir uma candidatura a seu lado, Janaina disse que o presidente tem se portado de forma neutra.

“Ele sempre falou em fazer uma construção com quem viabilizasse mais votos. A gente se dá muito bem, isso é público, nossa relação é muito boa. Por isso, tenho tentado construir com ele. Procurei me viabilizar. Dizer que houve apoio dele para mim… acho que como houve para mim também houve ao Max”, disse.

“É difícil um presidente escolher um candidato e preterir outra pessoa. Busquei construir isso com a minha liderança. Partindo do princípio que estou num partido que já tem 4 votos – contando com o meu – isso dá certa tranquilidade no start. E vejo que Botelho procurou ficar mais neutro nessa discussão”, completou.

(Midia News)