Conectado por
Governo de Rondônia

Acre

Imagem de vídeo que mostra suspeito levando corpo de vítima em carrinho de mão ajuda na conclusão de inquérito

Publicado por

em


Continua após a publicidade

Polícia Civil do Acre concluiu o inquérito da morte de Wesley de Morais Gondim, de 29 anos, encontrado morto em abril deste ano bairro Jorge Lavocat, em Rio Branco.

Imagens de câmeras de segurança que mostrava o suspeito carregando o corpo da vítima em um carrinho de mão ajudaram nas investigações.

O Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) informou, na época, que a vítima tinha marcas de tiros na cabeça e ferimentos de arma branca pelo corpo. A vítima teve as orelhas arrancadas durante o crime.

As investigações apontaram que Gondim era dependente químico e morreu porque devia dinheiro para o suspeito.

Vítima tem marcas de tiro na cabeça e ferimentos de arma branca  (Foto: Arquivo pessoal )

Vítima tem marcas de tiro na cabeça e ferimentos de arma branca (Foto: Arquivo pessoal )

O delegado responsável pelo caso, Rêmulo Diniz, disse que imagens do Ciosp ajudaram a polícia nas investigações. Segundo ele, o suspeito do crime, James Carlos da Silva que já está preso, abandonou o corpo na rua para parecer que a vítima tinha sido morta lá.

“[James] foi preso em maio. Morava uma rua antes de onde foi encontrado o corpo. Agiu sozinho na morte, mas teve ajuda de um adolescente para limpar a casa para encobrir os vestígios do crime. Depois que matou, colocou o corpo no carrinho e levou para rua”, detalhou Diniz.

Ainda segundo o delegado, Silva é suspeito de tráfico de drogas, mas responde também por uma tentativa de homicídio. “É um cara envolvido com crimes, teve uma discussão e o matou com golpes de perna-manca e depois golpes de faca. Mesmo diante das imagens, ele nega. Mas, as imagens são claras”, concluiu.