Conectado por

Mato Grosso

Idosa morre sete dias após ter o corpo queimado por genro


Compartilhe:

Publicado por

em

Uma idosa de 73 anos morreu nesta segunda-feira (6) após passar sete dias internada por ter o corpo incendiado pelo genro em Chapada dos Guimarães (a 68 km de Cuiabá).

O caso ocorreu no dia 30 de julho e foi divulgado hoje pela Polícia Civil. Segundo a polícia, Carlos Augusto Dias, de 41 anos, tem duas ordens de prisão em aberto e é considerado foragido da Justiça. 

À polícia, a esposa do suspeito, M.B.M., de 49 anos, relatou que o marido estava ingerindo bebida alcoólica quando começou a discutir com a sogra, agredindo a idosa com socos, em seguida.

Para fugir, ela e a mãe entraram em um veículo, sem saber que o agressor havia jogado combustível no carro.

Conforme a polícia, ao ver que as duas mulheres estavam no carro, o homem teria ateado fogo no veículo, fazendo com que as duas vítimas sofressem queimaduras pelo corpo. 

As duas mulheres foram encaminhadas para o Pronto Socorro de Cuiabá. A idosa chegou ao hospital em estado grave e não resistiu aos ferimentos.

Passagem pela polícia

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito já tem passagem anterior pela polícia.

Conforme o delegado que investiga o caso, Marcelo Melo de Laet, o inquérito foi instaurado e o suspeito responderá por homicídio qualificado contra a sogra e tentativa de homicídio contra a esposa, dentro da Lei Maria da Penha.

A polícia afirmou que segue com a investigação na tentativa de localizar o suspeito.