Conectado por

Entretenimento

Hugo Calderano fatura título inédito no Circuito Mundial de tênis de mesa


Compartilhe:

Publicado por

em

Hugo Calderano conquistou neste sábado o maior título de sua carreira. Aos 25 anos, ele se tornou pela primeira vez campeão de uma das principais etapas do Circuito Mundial de tênis de mesa ao vencer o WTT Star Contender de Doha. Na final, o número 8 do mundo bateu o esloveno Darko Jorgic (25º do ranking) por 4 sets a 2 – parciais de 11/5, 6/11, 10/12, 11/9, 11/3 e 11/9.

O brasileiro já havia chegado a uma final de uma etapa Platinum do Circuito Mundial, que hoje equivale ao WTT Star Contender. Na ocasião, em 2018, ele acabou com a prata também em Doha. Calderano também tem no currículo o vice do Aberto da Áustria de 2016 e foi bronze no ITTF Grand Finals de 2018, quando eliminou o atual número um do mundo, o chinês Fan Zhendong. Ele também venceu o Aberto do Brasil em 2013 e 2017, um torneio internacional de nível menor.

O título de Calderano foi festejado em meio ao TMB Platinum de Uberlândia, etapa do Circuito Nacional.

Desta vez, o cabeça de chave número 2 venceu o oitavo favorito do torneio na decisão para ser campeão. Foi uma revanche do WTT Star Contender de março, também em Doha, quando Jorgic venceu Calderano nas quartas de final, único confronto entre os dois antes da final deste sábado.

A final

Calderano começou muito bem o primeiro set, abrindo 4/0. O esloveno reagiu e empatou (4/4), mas o brasileiro voltou a encaixar uma sequência de pontos e levou a primeira parcial sem sustos: 11/5. O número 25 do mundo deslanchou no segundo set e abriu 9/1. Calderano reagiu com uma sequência de cinco pontos seguidos, mas já era tarde: 11/6

Hugo Calderano no WTT Star Contender — Foto: Reprodução

Hugo Calderano no WTT Star Contender — Foto: Reprodução

Jorgic continuou bem e abriu 6/2 no terceiro set. Aí o número 8 do mundo encaixou uma sequência de seis pontos seguidos para virar (8/6). O brasileiro teve dois set points, mas viu o adversário reagir e fazer cinco pontos seguidos para levar a parcial: 12/10. O roteiro do quarto set foi bem parecido, com o esloveno abrindo vantagem (6/3), e Hugo virando (8/6). Só que o brasileiro foi mais preciso na reta final para vencer a parcial (11/9) e empatar a final em 2 a 2.

Calderano cresceu e dominou o quinto set. Ele abriu 5/0 e mal deixou Jorgic esboçar alguma reação. O brasileiro levou mais uma parcial (11/3) e voltou a liderar o placar da decisão por 3 a 2. Hugo manteve o bom ritmo no sexto set. O esloveno pediu tempo quando perdia por 6/3 e conseguiu uma reação (8/7). Foi a vez de o brasileiro pedir tempo e, apesar de sofrer o empate na sequência, voltou ao trilho e recuperou o controle do placar. O número 8 do mundo desperdiçou um set point, mas fechou o jogo (11/9) e selou o título na segunda oportunidade: 4 a 2.

O caminho até o título

Antes da decisão com Jorgic, Calderano passou pelo inglês Liam Pitchford também na manhã deste sábado. O número 15 do ranking não deu tanto trabalho para o brasileiro, que venceu por 4 a 1 – parciais de 11/2, 11/8, 8/11, 11/5 e 11/9).

No caminho até a final, o segundo cabeça de chave também passou pelo francês Simon Gazy (19º do ranking), pelo sul-coreano Jonghoon Lim (75º) e pelo paraguaio Marcelo Aguirre (65º).

Ge.globo.com

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento