Conectado por
Governo de Rondônia

Acre

Governo do Acre conclui manutenção da estrada do Mutum, em Rio Branco


Compartilhe: Entre no nosso grupo do Whatsapp

Publicado por

em

Nesta semana, o governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre), concluiu na tarde desta quarta-feira, 12, operação tapa-buracos no Ramal do Mutum, em Rio Branco. A recuperação deve facilitar o escoamento da produção e o acesso das crianças à escola, além de permitir maior integração entre os municípios.

De acordo com o presidente do Deracre, Petronio Antunes, a ação é mais um compromisso do governador Gladson Cameli em fortalecer o agronegócio na região. Os agentes técnicos atuaram conforme determinação do governador por meio do Deracre.

“O agronegócio tem se fortalecido muito desde que o governador Gladson passou a garantir o melhoramento dos ramais do Acre. Aqui na região do Projeto de Assentamento Walter Arce vivem famílias que dependem desse ramal para escoar sua produção”, afirma Petronio Antunes.

Segundo o diretor de Desenvolvimento Regional do Deracre, Tony Roque, as ações do governo vão garantir o escoamento da produção agrícola e a remoção das comunidades produtivas do isolamento.

Governador Gladson passou a garantir o melhoramento dos ramais do Acre. Na imagem, a região do Projeto de Assentamento Walter Arce. Foto: Ascom/Deracre

Para a presidente da Associação dos Produtores orgânicos “a maior necessidade do agricultor hoje, é a estrada e o ramal. Graças a Deus recebemos a melhoria. É gratificante termos acesso à nossa terra e, também, ao escoamento do produto, e como temos prazo para entregar a produção ao banco de alimentos, é muito bom ter o Deracre aqui”, enfatizou.

Agentes técnicos atuaram conforme determinação do governador Gladson Cameli, por meio do Deracre. Foto: Ascom/Deracre

Na oportunidade, Josias Carvalho Tavares, presidente da Associação de Agricultores do Ramal do Currau, agradeceu a ação do governo e disse que é um grande apoio à agricultura familiar.

“Estamos produzindo a macaxeira, o milho verde, a abóbora, a banana, e nesse ano eu quero produzir a cana-de-açúcar. Parece simples, mas anteriormente tudo isso se perdia aqui, por não termos acesso e por não conseguir levar a produção para o mercado municipal”, afirmou.

Tavares destaca que, com a venda de sua produção no mercado e nas feirinhas de bairro, tem garantido uma renda de R$400 a R$500 por semana. As intervenções nos ramais são realizadas pelo Deracre e visam garantir a trafegabilidade dos produtores agrícolas e o escoamento da produção para os mercados municipais. O Deracre segue avançando com obras em todo o estado.

Agencia.ac.gov.br

Publicidade
CRÉDITO JÁ - EMPRÉSTIMOS
Casas De Apostas Online

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento