Conectado por

Acre

Gladson vai mudar regras com terceirizadas e diz que fecha o ano com “chave de ouro”

Publicado por

em

Entregando brinquedos para as crianças e assinando ordem de serviço de obras em Cruzeiro do Sul nesta segunda-feira, 23, o governador Gladson Cameli, disse que fecha o ano com chave de ouro, mas também anunciou novas regras para as terceirizadas negociarem com o governo.

Continua após a publicidade
<

O chefe do executivo contou que ficou irritado com o protesto das terceirizadas realizado recentemente em frente ao Palácio Rio Branco, que considerou como “ato de politicagem “.

Sem citar muitos detalhes, Cameli disse que nesta quarta, 24, vai publicar um Decreto que “altera o tempo que a empresa precisa ter para negociar com o governo. “Eu mandei meter a tesoura no Decreto passado e vamos ampliar o mercado. Não digo que o Estado não atrasa, mas eu não vou ficar refém de destinadas situações e vamos dar chance para todos “.

Falando no fechamento de 2020 com chave de ouro, Cameli destacou alguns pontos à que dá destaque, como ter pago salários em dia, o chamamento de aprovados em Concursos Públicos e a renegociação de todas dívidas. Dá como exemplo, a renegociação com o BNDES, que resultou em economia de R$ 80 milhões que são investidos nas pistas dos aeródromos das cidades isoladas: Jordão, Santa Rosa, Porto Walter e Marechal Thaumaturgo.

Está otimista para 2020. Vai receber no dia 30 de dezembro os recursos do Pré Sal e em outra data, dinheiro apreendido da Operação Lava jato que retorna para o Brasil.

Anunciou para breve a licitação do anel viário de Brasiléia e a reconstrução da Estrada que liga Cruzeiro do Sul à Mâncio Lima. Para a zona rural, investimentos em ramais e a compra de equipamentos para o Deracre.

AC24HORAS