Conectado por

Saúde

Entenda a importância de medidas preventivas contra o tromboembolismo venoso (TEV)

Publicado por

em

Todos os anos ocorrem em torno de 10 milhões de casos de tromboembolismo venoso (TEV) em todo o mundo¹. O Tromboembolismo venoso ou TEV, que é a formação de coágulos sanguíneos dentro das veias, é uma condição médica perigosa e que corresponde a uma importante causa de mortalidade e invalidez. Esta condição é especialmente importante dentre os pacientes hospitalizados, uma vez que em sua grande maioria possuem fatores de risco para o desenvolvimento de TEV². Entre as ações para enfrentar o problema, a farmacêutica Sanofi criou o Safety Zone: programa de segurança do paciente desenvolvido para estimular hospitais a adotarem medidas de prevenção para minimizar os riscos de tromboembolismo. O programa já conta com a participação de 134 instituições de saúde, que são visitadas por equipes de gerentes de qualidade da própria farmacêutica em uma ação colaborativa para orientação sobre aspráticas recomendadas nas diretrizes para a prevenção de tromboembolismo venoso associado à hospitalização.

O TEV e a segurança do paciente

Além de infecções hospitalares e quedas, de acordo com um estudo divulgado na Revista da Associação Médica Brasileira³, o tromboembolismo venoso (TEV) é a principal causa evitável de óbito hospitalar e a sua ocorrência pode ser tanto durante como após a hospitalização. Segundo o Dr. José Ribamar Branco, diretor executivo do IBSP, quando um hospital recebe um paciente, uma das principais preocupações da instituição deve ser a de não colocá-lo em risco durante o tratamento. “Mesmo com avanços e descobertas que auxiliam na recuperação de pacientes ao redor do mundo, é necessário lembrar de que há outros fatores de risco além da hospitalização e é muito importante que as instituições de saúde avaliem o risco dos pacientes e adotem medidas preventivas adequadas de acordo com o risco.

“Pacientes que passam por cirurgias ou ficam internados, devem receber os cuidados necessários em relação à prevenção problemas de circulação, principalmente se já possuírem algum fator de risco”, explica Dr. José Ribamar. “O estimulo, quando possível, para que o paciente realize caminhadas durante a estadia no hospital e o uso de anticoagulantes são duas medidas simples e que podem evitar o desenvolvimento do TEV e complicações como a embolia pulmonar”, complementa.

Pacientes de risco

Quase todos os pacientes de cirurgias gerais e de emergência têm um risco de moderado à alto de desenvolver TEV. Porém, alguns dos grupos que precisam de maior atenção são:

– Pacientes com histórico de problemas de coagulação ou casos de TEV na família

– Pacientes oncológicos

– Pacientes internados em UTI

– Gestantes

Mesmo que o paciente não pertença a nenhum dos grupos mencionados, é importante que haja uma avaliação individual no momento da admissão, seja para pacientes clínicos ou cirúrgicos.

Como prevenir o TEV

No momento da admissão hospitalar, a equipe de assistência do hospital deve realizar uma avalição cautelosa para determinar se o paciente possui riscos ou não de desenvolver TEV. Como forma de prevenção, podem ser adotadas medidas de prevenção não farmacológicas como o uso de meias elásticas e deambulação e, em alguns casos até o uso de medicações anticoagulantes. Em caso de cirurgias, é importante que a profilaxia contra o TEV seja iniciada antes e mantida depois do procedimento de acordo com as recomendações para cada paciente.

Mesmo que existam protocolos preventivos contra o TEV, é importante que os pacientes também sejam proativos e estejam cientes a respeito de possíveis riscos ao longo da internação.

Sobre a Sanofi

A Sanofi se dedica a apoiar as pessoas ao longo de seus desafios de saúde. Somos uma companhia biofarmacêutica global com foco em saúde humana. Prevenimos doenças por meio de nossas vacinas e proporcionamos tratamentos inovadores para combater dor e aliviar sofrimento. Nós estamos ao lado dos poucos que convivem com doenças raras e dos milhões que lidam com doenças crônicas.

Com mais de 100 mil pessoas em 100 países, a Sanofi está transformando inovação científica em soluções de cuidados com a saúde em todo o mundo.

Sanofi, Empowering Life, uma aliada na jornada de saúde das pessoas.

Referências:

1-   CHEST issues new antithrombotic guideline update for treatment of VTE disease. CHEST 2016, Disponível em: http://www.chestnet.org/News/Press-Releases/2016/01/AT10-VTE?p=1acesso em abril 2019

2-   Geerts, WH. The 7th ACCP. CHEST 2004; 126:338s-400s

3-    Bastos, M; et al. Tromboprofilaxia: recomendações médicas e programas hospitalares. Rev. Assoc. Med. Bras. [online]. 2011, vol.57

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *