Conectado por

Mato Grosso

“Emanuelzinho está magoado com surra que levou do MDB”; diz Janaina Riva em Nota


Compartilhe:

Publicado por

em

Deputada estadual, que é vice-presidente do MDB, rebateu crítica de parlamentar federal à sigla

A deputada estadual Janaina Riva, que é vice-presidente estadual do MDB, rebateu as críticas feitas pelo deputado federal Emanuelzinho (PTB) ao comportamento do partido na campanha em Cuiabá.

Nesta segunda-feira (7), Emanuelzinho afirmou que no MDB, “uns ficaram neutros e outros contra” a candidatura de seu pai, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que conseguiu se reeleger.

Conforme Janaina, Emanuelzinho não tem legitimidade para falar do MDB, uma vez que é filiado a outra sigla.

“O deputado mostra-se magoado com a ‘surra política que ‘levou do MDB de Várzea Grande, onde obteve praticamente a mesma quantidade de votos para prefeito do que recebeu como deputado federal (3 mil votos de diferença apenas), saindo do pleito menor politicamente”, escreveu a parlamentar estadual.

Na campanha para prefeito de Várzea Grande, Emanuelzinho terminou em terceiro lugar com 12,78% dos votos. Na cidade, o prefeito eleito foi o emedebista Kalil Baracat, que teve 46,12%.

Ainda na nota Janaina fala que o MDB mantém regras rígidas com relação às deliberações de candidaturas, citando, inclusive, que o nome de Emanuel foi aprovado em convenção partidária.

Ela disse também que a candidatura de Emanuel recebeu R$ 1 milhão do MDB nacional e R$ 400 mil articulados pelo presidente Carlos Bezerra do fundo partidário.

“A atitude de opinar sobre o partido alheio mostra a imaturidade do parlamentar. O MDB possui 2 deputados federais, 3 deputados estaduais, 1 secretário de estado, prefeitos, vereadores e milhares de lideranças. Sobram no partido maturidade e experiência para definirem os rumos a serem tomados. Tornando a preocupação do deputado inócua e sem sentido”.

As divergências entre Emanuel e o MDB, que já existiam antes, ficaram ainda mais evidentes depois que o prefeito de Cuiabá lançou o filho como candidato a prefeito de Várzea Grande, mesmo seu partido tendo candidato na cidade.

Leia a nota de Janaina:

A respeito da fala do deputado Emanuelzinho (PTB), a deputada estadual Janaina Riva como vice-presidente estadual do MDB tem a dizer que:

1. Ele é do PTB de Várzea Grande, sem legitimidade alguma para falar sobre assuntos internos do MDB;

2 . O deputado mostra-se magoado com a “surra política” que levou do MDB de Várzea Grande, onde obteve praticamente a mesma quantidade de votos para prefeito do que recebeu como deputado federal (3 mil votos de diferença apenas), saindo do pleito menor politicamente;

3. O trauma político causado em Várzea Grande, talvez seja razão para tamanha insensatez e pequenez ao se referir ao maior partido de Mato Grosso que fez 23 prefeitos, inclusive o prefeito da Capital;

4. Não sabemos como o PTB se porta em Mato Grosso, mas no MDB mantemos regras rígidas com relação as deliberações de candidaturas. Sendo o prefeito Emanuel Pinheiro aprovado por convenção partidária;

5. O prefeito Emanuel Pinheiro recebeu R$ 1 milhão do MDB nacional e R$ 400 mil reais articulados pelo presidente Carlos Bezerra do fundo partidário;

6 . A atitude de opinar sobre o partido alheio mostra a imaturidade do parlamentar. O MDB possui 2 deputados federais, 3 deputados estaduais, 1 secretário de estado, prefeitos, vereadores e milhares de lideranças. Sobram no partido maturidade e experiência para definirem os rumos a serem tomados. Tornando a preocupação do deputado inócua e sem sentido.

 

(www.midianews.com.br )