Conectado por

Cuiabá-MT

Emanuel decide suspender alvará de comércio que descumprir decreto

Publicado por

em

A Prefeitura de Cuiabá irá suspender o alvará de funcionamento daqueles estabelecimentos que descumprirem as medidas de biossegurança em razão da pandemia do novo coronavírus. Medida foi anunciada pelo prefeito Emanuel Pinheiro nesta terça-feira (11).

Continua após a publicidade

Segundo ele, a decisão foi tomada após diversos empreendimentos ignorarem os cuidados com a saúde, tanto de clientes quanto funcionários.

“Para esses desavisados que fazem cara de paisagem diante da maior crise sanitária da história da humanidade, vai um aviso: tolerância zero com vocês”, afirmou Emanuel.

“A partir de agora, vou suspender o alvará de funcionamento desses estabelecimentos que insistem em descumprir as normas sanitárias para proteger a saúde e a vida das pessoas”, acrescentou.

Para esses desavisados que fazem cara de paisagem diante da maior crise sanitária da história, vai um aviso: tolerância zero

Para o prefeito, as medidas estabelecidas visam manter a estabilidade da curva de contágio por coronavírus até o final de agosto.

Com isso, conforme prevê estudos da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), em setembro pode haver uma queda nos casos.

A suspensão do alvará de funcionamento é prevista no Código de Postura do Município. Porém, os fiscais também podem interditar ou suspender as atividades ao se depararem com perigo iminente à saúde.

“Apesar das perdas que nos cortam o coração e dos casos confirmados, Cuiabá tem se mostrado uma das capitais do país mais eficientes no combate à propagação do vírus. Mas só isso não basta”, afirmou o prefeito.

“Precisamos avançar para não retroceder e temos percebido certos setores de atividades econômicas, distribuídos em alguns estabelecimentos, que persistem em descumprir, em desrespeitar, os decretos e as medidas de biossegurança”, completou.

Midia News