Conectado por

Religião

Disney lança primeiro filme LGBT para o público infantil

Publicado por

em

A Pixar revelou seu primeiro personagem gay a partir de seu novo curta-metragem “Out”.

Continua após a publicidade

A empresa de animação digital norte-americana que pertence à Walt Disney Company, estreou “Out” na  Disney + no final de semana através da SparkShorts, que é uma série de curtas-metragens de animação independentes americanos, produzidos pela Pixar Animation Studios.

O novo filme conta a história de um rapaz alto, forte e barbudo, chamado Greg, que enfrenta o dilema de contar aos pais ou não que é gay. Ele troca de corpo com seu animal de estimação mágico e consegue ouvir o que sua família realmente pensa sobre seu interesse amoroso.

O personagem principal de Out não se sente à vontade com os pais e pretende se mudar para a cidade grande e morar com o namorado, Manuel.

Quando o pai e a mãe decidem ajudá-lo na mudança, Greg se desdobra para tentar esconder as evidências de sua orientação sexual, como um calendário de bombeiros sexy e um porta-retrato com o namorado, por exemplo. Até o cachorro dele tenta auxiliar o tutor a esconder as ‘pistas’.

Em uma das cenas do curta, Greg e Manuel aparecem se beijando. Além da primeira produção com personagem principal LGBT+ da Pixar, chama atenção o fato de o curta ser exibido pelo serviço de streaming Disney+, considerado familiar. A proposta é um primeiro passo para a infiltração de personagens gays em filmes de animação.

A Disney + anunciou o filme no Twitter , chamando-o de “emocionante”.

“Out” é o primeiro lançamento da Pixar e da Disney animado a ter um personagem principal gay. O filme, voltado para crianças, foi dirigido por Steven Clay Hunter (“Procurando Nemo”, Wall-e”, “Toy Story 2”). Max Sachar, o produtor do filme, é conhecido por seu trabalho em “Coco” e “Os Incríveis 2”.

A Pixar também apresentou um personagem de apoio abertamente gay este ano no filme “Onward”.

Disney e Pixar já tiveram a presença de personagens homossexuais secundários, como em Procurando Dory, ou em Dois Irmãos – Uma Jornada Fantástica, onde há uma citação de um namoro entre pessoas do mesmo sexo.

Muitos filmes de animação apresentaram personagens LGBTQ nos últimos anos. O filme de ação da Disney, “Guerra nas Estrelas: A Ascensão do Skywalker”, contou com um beijo entre dois soldados do mesmo sexo e “A Bela e a Fera” representou LeFou como um homem gay.

Veja o trailer:

Folha Gospel com informações de The Christian Post, Terra e Wikipédia