Conectado por

Elza Amorim Carvalho

Visões e traslado: Por Elza Amorim Carvalho

Publicado por

em

Visões e traslado: médicos sendo mortos; águas invandem e as pessoas ficam ilhadas; Reino Unidos; esquemas sórdidos; Alerta é laço para o PR; pronunciamento PR e terrível descoberta nr. Coronavírus; golpes e maldades; JUSTIÇA DE DEUS NO BRASIL; leis desobedecida por autoridades; doença mental por causa do isolamento; perseguição e perseguições; tramas governador; outros.
Na madrugada do dia 28 de maio de 2020, eu tive essas visões, assim como eu fui trasladada em meu espírito e vi e ouvir fatos que estão acontecendo e que vão acontecer.
Eu vi uma área médica, e um médico teve um mal estar, ele estava numa maca, tinha vários aparelhos ali, mas não ligados nele, ele estava bem, conversando, com outros médicos, homens e mulheres.
De repente, a porta abriu, e alguém entrou com um bilhete e entregou diretamente na mão do médico que havia passado mal.
Ele leu e ficou como quem se assusta com algo.
Então eu ouvir a médica que estava bem ao lado, frente para ele lhe perguntar:
“E aí o que foi, o que diz aí?
Então o médico fez uma cara de extrema tristeza e a olhou, e abaixou as vistas.
Eu entendi que naquele papel estava uma ordem para ele morrer, seria feita uma autanasia nele, por causa do que ele sabia.
Mas a equipe que estava ali, não sabia de nada, só iria o encontrar morto, depois.
Minha mente voltou.
(Eu lembrei agora que na noite passada eu tive uma visão parecida, mas havia me esquecido.
Lembro-me de ter ouvido esta frase:
“os médicos pedem ajuda, socorra-os, senão vão matar muitos deles e vão dizer que pegou coronavírus)
(Investigação Autoridades justas, pelo amor de Deus)
Depois eu vi tudo alagado, casas, árvores, tomados por águas, e vi pessoas quase submersas, vi um pai tentando proteger os filhos, nadando e orientando-os para saírem das suas casas.
Então eu ouvir assim: parecia ser uma jornalista falando, ou a pessoa que estava filmando.
“Oh situação preocupante, eles não sabiam que às águas iriam entrarem deste jeito”
É que, toda aquela região foi tomada pelas águas, famílias estavam dentro d’água.
Minha mente voltou.
(Dentro de mim parecia ser no Amazonas)
Depois eu vi a bandeira do Reino Unidos, Inglaterra ou de outra Nação similar, as cores estavam bem fortes, bonita.
(Algo bom para esta Nação vai acontecer)
Depois eu me sentia muito angustiada com fatos que eu estava vendo e ouvindo, eu sei que eram muitas tramóias, perseguição, laços, intrigas, discórdias, era muita sujeira escondida.
Mas eu não conseguia entender, havia algo muito perverso, sarcástico.
Porém, eu percebia pelo clima que algo foi revirado, e  dava para entender que planos macrabos foram descobertos.
Eu cheguei a ouvir de novo, “legado de Mandetta, ele mandou”
No entanto, do que se tratava, parece que alguém não me deixava entender.
Mas eu vi vários rostos conhecidos de juízes e autoridades do Congresso Nacional em Brasília.
Foi quando eu vi também o rosto do PR, era como se ele tivesse feito uma descoberta muito ruim para o Brasil.
O rosto dele tinha uma expressão de tristeza, decepção e angústia.
E eu entendi quando ele disse:
“estes não os números da pandemia?” parecia que os olhos dele estava lacrimejando e a voz meio embargada.
E eu sentia, que ele estava sentindo a dor do povo, pois os verdadeiros números eram bem baixo, e o povo foi terrivelmente prejudicado.
Minha mente voltou, e eu clamava tanto a Deus por justiça nesta Nação.
Depois eu vi o PR Bolsonaro em pé, ele ia dá um pronunciamento sobre a contagem do Coronavírus.
E eu sabia que seria uma revelação bombástica, iria causar uma tamanha revoltada no povo, não contra o PR.
Depois eu sentia um clima de muito terror, revoltada, muita confusão, tudo girava em torno da pandemia, governadores, prefeitos, juízes, autoridades, e eu ouvir assim:
“Quadrilha do inferno, uso das máscaras, o isolamento, mortes.
Minha mente voltou
E eu me sentia repreendendo a Torga maligna, os planos satânicos, as leis e normas do inferno, e pensava: faz cair por terra meu Deus Lockdown, isolamento, máscaras e toque de recolher satânico.
Eu não tinha nem forças para mexer meu corpo, sentia muita aflição na minha alma.
Eu me sentia entre os dois mundos, e eu continuava a ouvir muita apreensão, confusão, tumulto, revoltada.
Eu ouvir um nome assim:
“Augusto(a) do Militar(penso que foi isto, pois havia muito barulho, falas), General Heleno, e Aras, homens fortes do Governo.
(Eu entendi que estes uniram-se para se contra pôr as injustiças que estão fazendo no Governo do Brasil)
Eu ainda ouvia algo sórdido, uma jogada, era sobre a saída da rede globo da frente do Planalto para não entrevistar o PR.
Eu entendi que aquilo é uma estratégia, têm um plano por detrás, mas eu não conseguia entender o que seria.
Minha mente voltou
(O PR têm que tomar mais cuidado ainda, a trama é perigosa, que ele nem confie em pessoas disfarçadas de apoiadores, nem chegue muito perto)
Veio isto dentro de mim agora:
“veneno também passa através da mão” meu Deus!
Depois eu me vi cantando algumas partes do hino nacional, como eu tenho feito ultimamente nós cultos.
Foi quando eu me vi olhar para os céus, e estava um azul lindo com nuvens bem brancas, como se fossem  pinceladas, então eu vi a bandeira do Brasil surgir por entre as nuvens, estava com as cores bem nítidas, linda, e eu me vi dá um tremendo glória a Deus.
Minha mente voltou
(Penso a justiça de Deus chegou nesta Nação)
Depois eu vi uma bancada jornalística, e vi um telão de frente para essa bancada, haviam várias jornalistas e diretores de jornais em pé, alguns estavam apoiados na bancada assistindo uma matéria no telão.
Este cenário era da rede globo, eu vi o escudo no telão, e eu vi vários repórteres conhecidos, que pertencem àquela emissora.
E eles davam risadas e falavam algo uns com outros.
Foi quando eu vi no telão a imagem do PR cercado de pessoas e jornalistas, ele estava dando uma entrevista e ele usava uma máscara.
Então eu ouvir uma repórter das que estavam no estúdio dizer:
“Olha a cara dele” e soltou uma gargalhada e disse: “ridículo”
Foi quando essa repórter olhou para um homem, que estava com papéis e caneta na mão,(penso que seria um dos diretores) e ela completou:
“Eu não disse que conseguiria, eu ia infernizar tanto a vida dele que ele ia usar a máscara, esse ridículo”
Parei de ver
(Meu Deus, parece filme de ficção com terror. Eu entendi que essa repórter usou o máximo que pode as manchetes, para jogar o PR contra o povo e contra outras autoridades, arguindo que o PR estava infligindo as normas por não está usando máscara na pandemia, então, ela o precionou de um jeito que ele para evitar problemas caiu no laço, pôs máscara)
É, agora ele aparece realmente usando, que pena ele ter cedido os argumentos malignos.
Depois eu vi homens conversando, tipo um inquérito, investigação, e eu ouvir um homem, em pé, que devia ser agente da PF,  perguntar para o outro que estava sentado: “quem foi a voz que deu tal ordem? “
Então ele disse: “foi do governador, não adianta não”
Foi quando eu entendi que o que tinha acontecido era ordem de um governador, e este agente quis dizer que não adiantava investigar porque iria dá em nada.
Minha mente voltou
(Mas vai dá muita coisa)
Depois eu ouvir assim: “ele denunciou o  ministro de plantão…
Eles sabiam, ninguém investigou.
Depois eu ouvir:
O Coronel Augusto Heleno se irritou
Depois eu ouvir: Chama para a Frente Militar
Depois eu ouvir: Era por pai o Coronel Augusto Heleno…
Ouvir ainda:
A Igreja, os médicos, mortes.
Decretos…
As máscaras elas são proibidas CF
Depois eu vi homens disfarçados de mendigos, sentados, parecia próximo a uma praça, as suas roupas estavam sujas, rasgadas, pedintes.
De repente, àqueles homens levantaram bem devagar, olhando para os lados, para ver se via alguém, e saíram.
Eles iam pegar alguém ou entrar em algum lugar
Parei de ver
Depois eu ouvia assim:
“As pessoas estão perto de ataques psicóticos, em pânico, por ordens de servidão, estão com profunda tristezas, angústias, muita depressão. Elas precisam ser tratadas’
Minha mente voltou
Depois eu ouvir assim: “José, ele foi perseguido, injustiçado e morto injustamente.
Depois eu vi homens de macacões amarelo e capacetes nas ruas, eles usavam mangueiras que era para pulverização das ruas devido a pandemia.
E eles começaram a apontar os supostos jatos para as casas eu via o líquido aspergir.
De repente, não saiam águas daqueles jatos, mas sim um clarão, eram luzes destas que na escuridão, se descobre se tem pessoas do outro lado.
E essas luzes passavam muito em uma casa, onde estava uma família toda, porque já estava noite e parecia haver isolamento.
Foi quando o pai daquela família, percebeu as luzes e falou para o restante:
“Abaixa, abaixa, deita no chão, eles querem descobrir se tem gente aqui”
E eu vi todos se deitarem de braços abertos no chão, para ficarem mais rente ao chão o possível.
Minha mente voltou
(Eu entendi que isto será a dura perseguição que virá)
Deus revela o profundo e o escondido; conhece o que está em trevas, e com ele mora a luz. Daniel 2:22
Pra. Elza Amorim Carvalho
# redes sociais

 

Continua após a publicidade