Conectado por

Mato Grosso

Deputados de Mato Grosso votam contra autorização para legendas devolverem Fundo Partidário

Publicado por

em

Todos os oito deputados federais de Mato Grosso votaram contra emenda que propunha aos partidos políticos a devolução do dinheiro de Fundo Partidário para os cofres públicos, no caso de o recurso não ter sido usado durante campanhas eleitorais.  A votação aconteceu nesta semana. 

Os deputados Leonardo Albuquerque (SD), Emanuelzinho (PTB), Nelson Barbudo (PSL), Neri Geller (PP), o suplente Valtenir Pereira (MDB), Juarez Costa (MDB) e Rosa Neide (PT) seguiram as orientações de seus partidos e votaram contra a emenda, que foi proposta pelo parlamentar gaúcho, Marcel VanHattem (Novo).

Já José Medeiros (Pode) teve a liberdade de seu partido para fazer a escolha, porém acabou seguindo os colegas mato-grossenses e também optou por não votar a favor da emenda.

Com 144 votos a favor, 294 contra e três abstenções, a proposta para os partidos devolverem recurso do Fundo Partidário para a União acabou não sendo aprovada.

Contrários a existência do Fundo Partidário, os deputados federais do Partido Novo deixaram claro que a sigla não usa recursos públicos para campanha e pretende devolver para a União cerca de R$ 7 milhões acumulados, recurso que está guardado em um banco.

Dirigentes do partido também explicam que pretendem transferir o dinheiro para que seja revertido para áreas como saúde, segurança pública e educação.

Atualmente, a Justiça Eleitoral permite a renúncia do Fundo apenas com fins de redistribuição proporcional entre os demais partidos.