Conectado por

Comportamento

Como evitar recaídas do uso de drogas?


Compartilhe:

Publicado por

em

O tratamento de drogas para os dependentes químicos é um elemento de grande importância para a recuperação dos mesmos, porém, infelizmente, as recaídas após internação acontecem com mais frequência do que muitos imaginam, e, para evitar que esse tipo de situação ocorra, é importante prestar atenção em cada mudança de comportamento que a pessoa pode ter, para ir atrás de ajuda novamente o quanto antes.

A dependência química é uma doença, e essa doença afeta várias áreas do organismo humano, além da vida pessoal do usuário também.

Em relação a isso, a seguir mostraremos algumas dicas básicas que auxiliam a evitar qualquer tipo de recaída que um ex-usuário de drogas pode vir a ter. 

Porque as recaídas são comuns?

Quando o organismo de um dependente químico para de receber a droga no qual ele está acostumado, entra-se o estado de abstinência, na maioria das vezes isso ocorre já dentro das clínicas de reabilitação, e é um dos períodos mais difíceis de todo o tratamento.

Com o passar dos tempos e a evolução do tratamento do usuário, essa abstinência vai sumindo e o organismo passa a não sentir mais tanta falta daquela substância. Quando um ex-usuário recebe alta de sua internação, entra uma das partes mais difíceis, a de encarar a liberdade sem voltar ao mundo das drogas, e idas em bares e baladas com amigos, pode fazer com que essa pessoa se depare com essas drogas, e acaba tendo recaídas, que infelizmente a levam para o vício novamente.

Querendo ou não, as pessoas devem se lembrar que a dependência química é uma doença, e nem sempre no primeiro tratamento, a pessoa conseguirá se curar.

Não tente mentir

Um dos primeiros passos para evitar uma recaída é evitar as mentiras, pois um usuário começa com pequenas mentiras que depois passam a ser grandes, para a família e amigos não descobrirem que algo de errado está acontecendo.

A mentira procede o uso da droga, portanto até para quem já realizou tratamentos em clínicas de recuperação masculina ou feminina, deve se atentar sempre ser honesto com quem quer ajudá-los, para que as recaídas não aconteçam.

Faça acompanhamento psicológico

As clínicas de reabilitação promovem aos internados, consultas psicológicas semanalmente, o que auxilia muito na perda da dependência química e aumento da saúde.

Porém uma coisa que deve se levar em conta, é que mesmo após a alta de um tratamento contra a dependência química, é importante que a terapia não pare, pois essas consultas com psicólogos que farão a mente da pessoa se fortalecer e permanecer forte cada vez mais, não tendo riscos de ter alguma recaída, e os tratamentos precisarem iniciar tudo de novo.

Frequente grupos de apoio

Os grupos de apoio conseguem auxiliar na exposição de dúvidas, e mostrar aos dependentes que eles não estão enfrentando esses momentos difíceis sozinhos, ainda mais para os que passam por internação involuntária, o que pode ser até mais arriscado de haver alguma recaída.

Por isso, os grupos de apoio, mesmo após a alta do tratamento, também são importantes para evitar recaídas, pois passa a ser uma forma de distração, e a família e amigos do usuário podem acompanhar a pessoa nesses grupos, sendo algo bom para todos.

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento