Conectado por

Festas & Eventos

Brasil tem início ruim no GP de Hohhot. Sarah e Rafaela ficam longe do pódio


Compartilhe: Entre no nosso grupo do Whatsapp

Publicado por

em

O Brasil não teve um bom início nas disputas do Grand Prix de Hohhot, na China. Dois dos grandes destaques da delegação brasileira ficaram longe do pódio, as campeãs olímpicas Rafaela Silva (2016) e Sarah Menezes (2012). Gabriela Chibana, Phelipe Pelim, Eric Takabatake e Érika Miranda também lutaram nesta sexta-feira, mas não conseguiram medalhas para o país.

A campeã olímpica da Rio 2016, Rafaela Silva, foi derrotada no seu segundo embate no Grand Prix de Hohhot. Retornando às competições após se recuperar de uma cirurgia em janeiro, ela não conseguiu chegar tão longe na competição. Primeiro, derrotou Ninjin Losol, da Mongólia, por ippon. Mas, na sequência, não teve a mesma sorte diante de Christa Deguchi, atleta promissora de 22 anos que já defendeu o Japão e, atualmente, luta pelo Canadá. O revés foi por ippon.

Na categoria -48kg, a campeã olímpica de Londres 2012 Sarah Menezes, lutadora do Flamengo, perdeu para a espanhola Julia Figueroa por ippon. No mesmo peso, Gabriela Chibana, irmã de Charles Chibana, foi mais longe. Ela ganhou de Aziza Navarova, do Turcomenistão, em sua primeira luta, bateu a sérvia Milica Nikolic em seguida, ganhou da israelense Noa Minsker, mas sucumbiu diante da medalhista olímpica de bronze na Rio 2016, a japonesa Ami Kondo, e foi para a repescagem. Nessa fase, caiu diante de Urantsetseg Munkhbat, da Mongólia, ficando fora do pódio.

Duas vezes medalhista de prata e de bronze em Mundiais, a veterana Érika Miranda caiu para a russa Yulia Kazarina em sua primeira luta por ippon na segunda rodada em Hohhot. Representantes masculinos, Phelipe Pelim e Eric Takabatake até chegaram longe, mas, em determinado momento, precisaram se enfrentar. Pelim levou a melhor no embate brasileiro, mas, no confronto seguinte, perdeu para o cazaque Yeldos Smetov e, na repescagem, caiu para Albert Oguzov, russo, que foi bronze. Eric teve a chance de se reerguer na repescagem, mas foi derrotado por Robert Mshvidobaze, da Rússia.

No segundo dia de competições, lutam atletas das categorias 63kg, 70kg, 73kg e 81kg. No terceiro dia, entram em ação os lutadores dos pesos -78kg, +78kg, 90kg, 100kg e +100kg. Os embates começam sempre às 23h com as preliminares. As finais são às 5h.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × cinco =

Publicidade
CRÉDITO JÁ - EMPRÉSTIMOS
Casas De Apostas Online

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento