Conectado por

Geral

BNDES aprova R$ 10 milhões para operações de microcrédito


Compartilhe:

Publicado por

em

 Recursos destinam-se à ICC BLUSOL (SC), que os repassará em forma de crédito produtivo a pessoas físicas e jurídicas de pequeno porte.

·        Financiamento pretende colaborar para manutenção de 10 mil empregos e geração de outros 12 mil postos de trabalho até 2022

·        Desde 2005, BNDES contratou 131 operações de microcrédito, no valor de R$ 1,43 bi. Valor gerou 1,63 milhão de empréstimos, no total de R$ 6,25 bi.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento no valor de R$ 10 milhões à Instituição Comunitária de Crédito Blumenau Solidariedade (ICC BLUSOL), para realização de operações de microcrédito produtivo destinado a pessoas físicas e jurídicas de pequeno porte. A operação ocorre no âmbito do Produto BNDES Microcrédito. O repasse deste crédito aos microempreendedores, na ponta, pretende colaborar para a manutenção de 10 mil empregos e geração de outros 12 mil postos de trabalho até o ano de 2022.

A ICC BLUSOL é uma associação civil sem fins lucrativos, com sede em Blumenau/SC, cuja finalidade é facilitar o acesso ao crédito para micro e pequenos empreendedores. A empresa, que atua no mercado há mais de 20 anos, já obteve apoio financeiro do BNDES e possui, no momento, duas operações ativas, no valor total de R$ 25 milhões.

BNDES Microcrédito – O produto concede empréstimos de pequeno valor a microempreendedores formais e informais, normalmente sem acesso ao sistema financeiro tradicional. Os recursos destinam-se ao financiamento de capital de giro ou de investimentos produtivos fixos (obras civis, aquisição de máquinas, equipamentos, insumos e materiais).

O apoio é feito por meio do financiamento aos agentes operadores, que repassam os recursos diretamente ao microempreendedor. Podem obter recursos do BNDES Microcrédito as pessoas físicas e jurídicas empreendedoras de atividades produtivas de pequeno porte.

O BNDES atua no microcrédito desde 1996, inicialmente com foco na formação da indústria de microfinanças e na articulação dos atores da sociedade civil. Em 2005, o Banco reestruturou seu Programa de Microcrédito e, em 2014, transformou-o em Produto, consolidando sua atuação no segmento.

Desde 2005, já contratou R$ 1,43 bilhão, em 131 operações, com 63 instituições distintas. Esse montante, uma vez repassado pelos agentes operadores aos microempreendedores, gerou 1,63 milhão de operações e empréstimos num valor total de R$ 6,25 bilhões.

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento