Conectado por

Alimentação

Bebidas vegetais: O que são? De onde vêm?


Compartilhe:

Publicado por

em

O leite pode estar em um monte de coisa que a gente come todo dia desde quando levanta: misturado no café, em pães, bolos, no purê, nas sobremesas… Não é à toa que ele é considerado um elemento-chave na alimentação do brasileiro. Com toda essa presença, ele é a nossa principal fonte de cálcio, componente importante para a formação dos ossos e o desenvolvimento da estrutura corporal. Mas, e quando não é possível consumi-lo por conta de alguma espécie de intolerância ou alergia, gosto ou, ainda, por uma mudança de hábito alimentar? A resposta vem sendo a bebida vegetal!

“Tá certo”, você talvez pense antes de perguntar o seguinte: “Mas o que é uma bebida vegetal?”

Leite ou bebida vegetal?

Apesar da aparência e gosto semelhantes, os “leites” vegetais não ganham esse nome por conta das diretrizes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), já que, oficialmente, leite é “um produto oriundo da ordenha completa e ininterrupta de vacas sadias ou de outros mamíferos”. Ou seja, se não vem de animais não é leite! É por isso que as bebidas à base de amêndoas, coco, aveia ou soja não ganham esse nome.

As bebidas vegetais estão divididas de acordo com a matéria-prima utilizada para sua produção. Existem as feitas a partir de leguminosas, com base em amendoim, ervilha e soja, por exemplo. Já amêndoas, coco, macadâmia e pistache estão na categoria dos frutos secos, conhecidos também como castanhas. Já dentre os cereais mais utilizados para fazer bebidas, estão arroz, aveia e milho. Pseudocereais como quinoa e amaranto também podem virar bebidas vegetais bem gostosas. Por fim, outras fontes são sementes como sésamo e girassol.

Dicas

Quem quer usar bebidas vegetais para substituir o leite tradicional precisa ficar atento a duas coisas: textura e sabor. A bebida de soja, por exemplo, tem uma textura mais parecida com a do leite e vai bem numa receita como o molho bechamel e como complemento ao bom e velho café. Já a doçura das bebidas à base de arroz e aveia as tornam ideais para serem tomadas puras, ou em shakes que utilizam o leite em sua receita original – uma vez que esses cereais já possuem açúcar natural.

Outra coisa com que ficar esperto em bebidas vegetais é conferir a adição de nutrientes encontrados em produtos de origem animal. A ideia não é só sentir um gostinho parecido com o do leite, mas também conseguir os mesmos nutrientes, certo? Por exemplo, 200ml de leite de vaca costumam ter 240mg de cálcio, e é essa proporção mínima que você precisa encontrar nas bebidas vegetais comercializadas. Outro nutriente acrescentado na produção das bebidas vegetais é a vitamina D, uma parceirona do cálcio, que é melhor absorvido quando ela está por perto.

O segredo é observar a tabela nutricional dos alimentos que você compra no supermercado. Esses valores de referência apresentados aqui são uma base, mas tem uma série de alimentos que são fortificados, com presença maior desses nutrientes tão importantes pra nossa saúde. Fique ligado!

De resto, o negócio é ficar tranquilo. Logo você vai começar a perceber as diferenças entre as bebidas de soja, aveia ou amêndoas e virar praticamente um sommelier de bebidas vegetais. Vai saber qual você curte mais com achocolatado, com molhos, vitaminas e por aí a vai. O bom é que todas são leves e podem ser consumidas em diversas refeições, como cafés da manhã, lanches, almoços e jantares, tanto em sua forma pura quanto acompanhadas por frutas, cereais matinais ou até incorporadas a diversas receitas que possuem leite em sua composição original, sejam doces ou salgadas. Aliás, você pode encontrar diversas delas no Receitas Nestlé! Para facilitar a sua vida, a gente já te mostra algumas aqui. Vem com a gente!

Receitas com bebidas vegetais

Listamos seguir algumas receitas que podem ter o leite substituído por bebidas vegetais apresentadas aqui:

  • Canjica (Mungunzá) de Nesfit Bebida de Coco;
  • Pancake de Nesfit Amêndoas;
  • Strogonoff Vegetariano de Couve-flor.

Perguntas Frequentes

Leite ou bebida vegetal?
Leite, de acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), só pode denominar bebidas de origem animal. Portanto, se as bebidas forem preparadas com ingredientes vegetais como amêndoas, arroz, aveia e outros devem ser denominados de bebidas vegetais.

Quais as principais fontes de bebidas vegetais?
Basicamente, cinco fontes: leguminosas (amendoim, soja), frutos e frutos secos (coco, amêndoas, macadâmia e pistache), cereais (arroz, aveia, milho), pseudocereais (quinoa, amaranto) e sementes (girassol, sésamo).

Onde posso usar e como consumir bebidas vegetais?
As bebidas vegetais são leves e podem ser consumidas em diversas refeições, como cafés da manhã, lanches, almoços e jantares; tanto em sua forma pura quanto acompanhadas por frutas, cereais matinais ou até mesmo incorporadas a diversas receitas que possuem leite em sua composição original, sejam doces ou salgadas.

Qbemqfaz.com.br

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento