Conectado por

Amazonas

Assembleia do Amazonas pede ajuda federal para compra direta de respiradores e envio de EPI’s

Publicado por

em

Uma Moção de Apelo encaminhada ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) requer a autorização para que as empresas com as quais o Governo Federal realizou a requisição administrativa de toda produção de respiradores pulmonares realizem negócios com o Amazonas, assim como e entrega prioritária desses bens. A moção solicita ainda envio de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) às unidades de saúde do estado.

Segundo a deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB), autora do pedido, o Governo do Amazonas vem tentando adquirir desde o dia 7 de abril, 350 respiradores pulmonares sem sucesso, pois as empresas não têm o aval do Ministério da Saúde para faturar diretamente para os estados e municípios. Tal medida culminou numa ação da seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-AM) na Justiça Federal.

A vice-presidente da Assembleia acrescenta que a ação requer ainda o envio prioritário de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) às unidades de saúde do Amazonas, devido à gravidade do cenário pandêmico causado pelo novo coronavírus. De acordo com o boletim da Fundação de Vigilância Sanitária (FVS-AM), o estado registrou mais 95 casos de Covid-19 na última segunda-feira, dia 27, totalizando 3.928 casos confirmados do novo coronavírus no estado. Também foram confirmados mais 16 óbitos pela doença, elevando para 320 o total de mortes.

“A presente moção, além de apoiar a iniciativa da OAB-AM, apela ao presidente que reveja a possibilidade de venda direta dos respiradores pulmonares para o Estado do Amazonas, em vista do aumento exponencial dos casos de Covid-19, afim de que possa evitar o número de óbitos causados pelo citado vírus. Também pedimos que sejam  enviados Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) às unidades de saúde deste Estado, para proteger os profissionais de saúde que estão na linha de frente”, argumenta a deputada no texto da Moção de Apelo a Bolsonaro.