Conectado por

Direto de Brasília

Acir Gurgacz diz que aproveitará inauguração da ponte para cobrar a manutenção das BRs 364 e 429


Compartilhe:

Publicado por

em

O senador Acir Gurgacz (PDT-RO), presidente da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária, no Senado Federal, aproveitará a festa de inauguração da ponte sobre o rio Madeira, na BR 364, no distrito de Ponta do Abunã, distante de Porto Velho, 220 quilômetros, nesta sexta-feira (07) para cobrar do ministro de Infra Estrutura, Tarcisio Gomes de Freitas, a preservação e manutenção das BRs 364 e 429, que em determinados trechos foram tomadas pelos buracos e até atoleiros, rodovias por onde são escoadas a produção de grãos dos estados de Rondônia e noroeste de Mato Grosso até os portos na capital.

Acir, com certeza, lembrará o ministro e representantes do DNIT, órgão responsável pela política de preservação das rodovias federais, que o setor produtivo de Rondônia, em processo de crescimento em média de 10% ao ano, depende de rodovias que no estado se encontram em precárias condições, uma situação inconcebível diante do momento delicado que atravessa a economia do País. Ele mostrará a preocupação dos produtores rurais, que estão arcando com prejuízos, pelos acidentes e destruição de pneus e ponta de eixos além do atraso nas entregas das cargas de grãos que seguem rumo ao exterior.

O representante rondoniense, por certo, reconhece que a liberação da ponte, retirando do isolamento o norte deste estado e o sul do Acre, incrementando o desenvolvimento do agronegócio numa vasta região de terras férteis que há séculos vem capengando pelo esquecimento, dando um salto em direção ao desenvolvimento sustentável sem que seja necessário derrubar uma árvore. A ponte é importante e faz sentido, não existe mais cabimento se gastar uma hora para a travessia de balsa, disse o senador.

Ele sabe, assim como os representantes do governo federal que estarão lá na Ponta do Abunã, mesmo que por pouco tempo, que o saldo na economia de Rondônia é positivo, tendo como carro-chefe, o agronegócio. Daqui desponta às exportações de carne, soja, milho, agora o peixe, puxando na esteira, o café, algodão e girassol.

Contudo, nada disso leva a lugar algum, se não existir Infra Estrutura e investimento em rodovias. Todos sabem, mas é sempre bom lembrar que a BR 364, é à saída dos produtos rondonienses e noroeste de Mato Grosso, que continuam em franco processo de desenvolvimento rumo aos Andes e ao Pacífico. Acir Gurgacz, no Congresso Nacional, se destaca ao formar parcerias em defesa dos produtores rurais, entre outros, com as senadoras Ana Amélia, Rio grande do Sul e Kátia Abreu, Tocantins, que pelas suas atuações em defesa do agronegócio dispensam maiores comentários.

Rondoniadianmica.com