Conectado por

Saúde

13 frutas que o diabético pode comer


Compartilhe:

Publicado por

em

Frutas ricas em carboidratos, como uva, figo e frutas secas não são recomendadas para quem tem diabetes porque elas contém muito açúcar aumentando as chances de picos de glicemia.

A melhor escolha é consumir a fruta fresca, principalmente aquelas ricas em fibras ou que podem ser consumidas com casca, como tangerina, maçã, pera e laranja com bagaço, pois a fibra ajuda a diminuir a velocidade que o açúcar é absorvido, mantendo a glicemia controlada.

Frutas permitidas na diabetes

Desde que em pequenas quantidades, todas as frutas podem ser consumidas pelos diabéticos, pois assim não estimulam o aumento do açúcar no sangue. Em geral, recomenda-se consumir de 2 a 4 unidades por dia, lembrando que 1 fruta fresca média contém cerca de 15 a 20 g de carboidratos, o que também é encontrado em 1/2 copo de suco ou em 1 colher de sopa de frutas secas.

Veja na tabela a seguir a quantidade de carboidratos presentes nas frutas indicadas para diabéticos:

Frutas Carboidrato Fibras
Banana prata, 1 UND média 10,4 g 0,8 g
Tangerina 13 g 1,2 g
Pera 17,6 g 3,2 g
Laranja baía, 1 UND média 20,7 g 2 g
Maçã, 1 UND média 19,7 g 1,7 g
Melão, 2 fatias médias 7,5 g 0,25 g
Morango, 10 UND 3,4 g 0,8 g
Ameixa, 1 UND 12,4 g 2,2 g
Uva, 10 UND 10,8 g 0,7 g
Goiaba vermelha, 1 UND média 22g 10,5 g
Abacate 4,8 g 5,8 g
Kiwi, 2 UND 13,8 g 3,2 g
Manga, 2 fatias médias 17,9 g 2,9 g

Também é importante lembrar que o suco contém mais açúcar do que a fruta fresca e menos fibras, o que faz com que a sensação de fome volte logo e o açúcar no sangue aumente mais rapidamente após a ingestão.

Além disso, antes de praticar atividade física, também é importante fazer uma refeição adequada para evitar que os níveis de açúcar fiquem muito baixos.

Qual a melhor hora para comer frutas

O diabético deve preferir comer frutas logo depois das refeições do almoço e jantar, como forma de sobremesa. Mas também é possível comer uma fruta rica em fibra, como kiwi ou laranja com bagaço no café da manhã ou nos lanches desde que na mesma refeição a pessoa coma 2 torradas integrais, ou 1 pote de iogurte natural, sem açúcar, com 1 colher de linhaça moída, por exemplo. Goiaba e abacate são outras frutas que o diabético pode comer, sem muita preocupação com a glicemia.

Frutas que devem ser evitadas

Algumas frutas devem ser consumidas com moderação pelos diabéticos por conterem mais carboidratos ou por terem menos fibras, o que facilita a absorção do açúcar no intestino. Os principais exemplos são ameixa em calda enlatada, açaí polpa, banana, jaca, pinha, figo e tamarindo.

A tabela a seguir indica a quantidade de carboidratos presente nas frutas que devem ser consumidas com moderação:

Fruta (100g) Carboidrato Fibras
Abacaxi, 2 fatias médias 18,5 g 1,5 g
Mamão formosa, 2 fatias médias 19,6 g 3 g
Uva passa,1 col de sopa 14 g 0,6 g
Melancia, 1 fatia média (200g) 16,2 g 0,2 g
Caqui 20,4 g 3,9 g

Uma boa forma de evitar o aumento rápido da glicemia é consumir as frutas juntamente com alimentos ricos em fibras, proteínas ou gorduras boas como castanhas, queijo ou na sobremesa de refeições que contenham salada, como o almoço ou o jantar.

Posso comer frutas secas e oleaginosas?

Os frutos secos, como uva passa, damasco e ameixa seca devem ser consumidos em pequenas quantidades, pois apesar de serem menores, têm a mesma quantidade de açúcar que o fruto fresco. Além disso, deve-se observar no rótulo dos alimentos se a calda da fruta tem açúcar ou se foi adicionado açúcar durante o processo de desidratação do fruto.

Já as oleaginosas, como castanhas, amêndoas e nozes, têm menos carboidratos que as outras frutas e são fontes de gorduras boas, que melhoram o colesterol e previnem doenças. No entanto, também devem ser consumidas em pequenas quantidades, pois são bastante calóricas.

Tua Saúde