Conectado por

Uncategorized

Abono PIS/Pasep: saiba se você é uma das 470 mil pessoas que podem sacar


Compartilhe:

Publicado por

em

abono PIS/Pasep pago neste ano corresponde ao ano-base de 2020. O calendário de liberação dos valores teve prazos compreendidos entre 8 de fevereiro a 31 de março. Segundo informações do Governo Federal, no entanto, 470 mil pessoas ainda não fizeram o saque do benefício.

Quem perdeu o período do calendário oficial tem até o dia 29 de dezembro de 2022 para resgatar o valor de até R$ 1.212. Lembrando que o abono salarial PIS/Pasep é um benefício pago anualmente pelo Governo Federal, em valor máximo de um salário mínimo.

O PIS é para profissionais que atuam na iniciativa privada, liberado pela Caixa Econômica Federal. Já o Pasep é destinado aos servidores públicos, com valor transferido pelo Banco do Brasil.

Consulta do abono PIS/Pasep 2020

Os interessados podem realizar uma consulta do benefício ligando para a Central 158, informando o seu número de CPF. O procedimento também pode ser solicitado via internet, junto ao aplicativo da Carteira de Trabalho Digital.

Dessa forma, para saber se você tem direito ao abono PIS/Pasep 2020, é preciso:

  1. Fazer o download em seu celular (Android e iOS);
  2. Acesse a plataforma no seu celular e faça login com CPF e senha do gov.br (caso não possua, crie uma nova);
  3. No menu inferior, clique na opção “Benefícios”;
  4. Na opção de “Abono Salarial”, escolha “Consultar”.

Caso esteja entre os beneficiários de 2020, é só fazer o saque do abono salarial junto ao respectivo banco.

Como funciona o abono salarial?

Por regra, o abono salarial consiste em benefício trabalhista anual, com valor máximo do salário mínimo vigente no território nacional. Desse modo, os critérios para elegibilidade são:

  • Ter inscrição junto ao PIS/Pasep há pelo menos cinco anos;
  • Ter atuado com carteira assinada por, ao menos, 30 dias no ano-base;
  • Ter recebido a remuneração máxima de dois salários mínimos mensais, que este ano corresponde a R$ 2.424;
  • Ter informações atualizadas no eSocial ou na Relação Anual de Informações Sociais (Rais), com as informações repassadas pelo empregador em relação ao ano-base.

O pagamento referente ao abono PIS/Pasep considera o período de atuação formal do trabalhador no ano-base. Para calcular o valor a ser recebido, é preciso dividir o salário mínimo por 12 e multiplicar pela quantidade de meses trabalhados. Desse modo, apenas trabalhadores que atuaram o ano inteiro vão receber o abono integral.

Em contrapartida, o trabalhador que atuou por menos tempo tem direito a um valor reduzido. Dessa forma, o valor do abono salarial varia entre R$ 101 e R$ 1.212. Neste ano, a estimativa é que mais de 23 milhões de trabalhadores foram beneficiados com um montante que ultrapassa R$ 20 bilhões.

Concursos no Brasil

Publicidade
Betfair
ÓTICA DINIZ
Online Cassino


Desenvolvimento