Conectado por

Saúde

Vírus de morcego em laboratório chinês não é da Covid-19, diz cientista

Publicado por

em

“Temos no nosso laboratório três famílias de vírus. Uma delas tem uma semelhança de 96% com o SARS. Contudo, a sua maior semelhança genética com novo coronavírus é somente de 79,8%”, afirmou Wang Yanyi, a diretora do laboratório, ao canal estatal chinês CGTN.

Continua após a publicidade

“Sabemos que o genoma inteiro do SARSCoV-2 é apenas 80% análogo ao do vírus SARS. É uma diferença notória”, disse.

Conforme explica a revista Galileu, o SARS corresponde à sigla em inglês para ‘Severe Acute Respiratory Syndrome’, ou ‘síndrome respiratória aguda grave’.

SARS foi identificado pela primeira vez em fevereiro de 2003, e a sua transmissão acabou por ser controlada em julho desse mesmo ano. Entretanto o SARSCoV-2 é o vírus por trás da pandemia atual. Este foi apresentado pelo Comité Internacional de Taxonomia de Vírus (ICTV) em fevereiro de 2020. Por outras palavras, o novo coronavírus está geneticamente relacionado ao vírus do SARS de 2003, ambos pertencem à mesma família ou cepa, embora se trate de um micro-organismo distinto.

O presidente dos Estados Unidos Donald Trump já partilhou várias vezes com a imprensa a teoria de que o novo coronavírus haveria ‘escapado’ do Instituto de Virologia de Wuhan. Wang salientou vivamente que essa hipótese não é de todo verdade, isto porque o laboratório só terá recebido a primeira amostra do que era na altura um tipo desconhecido de pneumonia a 30 de dezembro de 2019.

“Após verificarmos o patógeno nessa amostra, apurámos que continha um novo coronavírusatualmente denominado de SARSCoV-2. Não tínhamos qualquer conhecimento sobre isso anteriormente, nem havíamos encontrado, pesquisado ou mantido esse vírus”, argumentou e sublinhou a virologista.

Segundo a Galileu, apesar da ciência ainda estar a investigar qual terá sido a origem do SARSCoV-2 e como este se terá propagado para os seres humanos. Várias pesquisas já garantiram que o novo vírus não é uma criação humana e que provavelmente terá evoluído de forma natural.

FONTE:noticiasaominuto