Conectado por

Economia

Sistema do INSS desatualizado pode adiar mais a concessão de benefícios

Publicado por

em

 O segurado do INSS que amarga uma longa espera na concessão de benefícios – no Rio por exemplo há casos que ultrapassam oito meses -, agora terão que lidar com mais um entrave: a atualização do sistema do instituto para dar conta das mudanças no sistema com a Reforma da Previdência.

Ontem, informações davam conta de que INSS havia suspendido a concessão de benefícios. Procurado pelo DIA, o instituto negou. O INSS informou que não houve paralisação da análise de requerimentos, mas admitiu que alguns benefícios serão implementados somente quando o sistema estiver atualizado.

O instituto diz que “alguns sistemas precisam ser adaptados para as novas regras da Emenda Constitucional 103”, a da Reforma da Previdência.

A nota informa ainda que: “A fim de garantir o reconhecimento do melhor benefício e segurança no processo de concessão, os requerimentos com Data de Início do Benefício (DIB) a partir da data de vigência da Emenda (13/11/2019) serão analisados na medida que forem implantadas as novas regras e alterações de sistema”. Ou seja, serão postergados até que esteja em pleno funcionamento. 

O atraso maior na concessão é criticado pela presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP), Adriane Bramante.

“É um descaso com os segurados da Previdência tanta demora na implantação das novas regras do sistema do INSS, considerando tratar-se de benefício de natureza alimentar”, diz Adriane. “O sofrimento com a demora antes da emenda já estava superior a oito meses”.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *