Conectado por

Acre

Sem data prevista para reforma, biblioteca está fechada há mais de um mês em Rio Branco


Compartilhe:

Publicado por

em

Obra foi anunciada em dezembro do ano passado, pelo ex-governador Tião Viana. Demanda deve ser direcionada para a Biblioteca da Floresta, no Parque da Maternidade, no Centro.

Ainda sem uma data prevista para iniciar a reforma, a Biblioteca Pública do Acre, em Rio Branco, continua fechada há mais de um mês. A informação foi confirmada pela Fundação Elias Mansour (FEM). Uma reforma, no valor de R$ 700 mil, chegou a ser anunciada em dezembro do ano passado pelo antigo governo.

Um comunicado afixado na porta entrada da biblioteca informa que o espaço ficaria aberto até 14 de dezembro do ano passado e que a reforma começaria três dias após. O informe destaca ainda que apenas serviços internos e invetários estão funcionando durante esse período.

O espaço fica na área central da capital acreana e é ponto de encontro de alunos e amantes da leitura, histórias em quadrinhos (HQs), cinema, computadores para pesquisas, espaço infantil e um grande acervo de literatura.

O presidente da FEM, Manoel Gomes, mais conhecido por Correinha, explicou que deve se reunir ainda esta semana com a empresa que ganhou a licitação da obra para que uma data para a reforma comece seja definida.

 Comunicado afixado na porta de entrada da biblioteca anuncia fechamento do espaço em dezembro do ano passado   — Foto: Quésia Melo/G1

Comunicado afixado na porta de entrada da biblioteca anuncia fechamento do espaço em dezembro do ano passado — Foto: Quésia Melo/G1

“Tão logo dermos a ordem de serviço, a empresa tem um prazo e vamos ver quando a empresa termina. Estamos com essa preocupação, que é de colocar imediatamente à disposição do usuário e a população”, complementou.

Logo após o anúncio da reforma, a antiga diretoria do espaço chegou a anunciar que a ideia era que o espaço funcionasse parcialmente durante a obra. Porém, Correinha acrescentou que a ideia não é viável no momento, já que não há servidores suficientes para atender o público.

“Temos um número muito reduzido de servidores, não posso colocar uma biblioteca para atender apenas no horário da manhã, tem que atender todos os horários. Enquanto, não tem os terceirizados e vamos ver como trabalhamos com o pessoal de casa”, lamentou.

Biblioteca da Floresta

Ainda segundo o presidente, a gestão pretende transferir a demanda da biblioteca do Centro para a Biblioteca da Floresta, que fica no Parque da Maternidade, também no Centro. Ele afirmou que deve decidir nesta segunda-feira (28) quando iniciam os atendimentos no espaço.

“Não vamos remanejar acervo dela. A reforma é só na parte de infiltração e goteira, mas, para fazer isso, o público não pode estar lá. É uma reforma muito rápida, na estruturação e não vai mexer na parte do acervo”, ressaltou.

Acessibilidade

No novo projeto da biblioteca, o espaço deve ganhar manutenção, rampas de acessibilidade, espaço das HQs, além de plataformas e pisos que serão táteis e identificação em braile.

 FEM diz que vai se reunir com empresa esta semana para definir data de início das obras — Foto: Quésia Melo/G1

FEM diz que vai se reunir com empresa esta semana para definir data de início das obras — Foto: Quésia Melo/G1

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento