Conectado por

Agronegócios

SC deve sofrer com escassez de milho


Compartilhe:

Publicado por

em

Uma escassez de milho no ano de 2020 no estado de Santa Catarina pode atrapalhar o crescimento do agronegócio local, segundo informou a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc). De acordo com a entidade, isso acarretará sérios prejuízos para as cadeias produtivas de aves e suínos e para o parque agroindustrial. 

Nesse cenário, o portal especializado CarneTec.com indicou que a insuficiência de milho será decorrência de fatores naturais e econômicos, opinião que é compartilhada por Enori Barbieri, ex-secretário de Estado da Agricultura do estado de Santa Catarina. Ele fala que o Brasil alcançou uma safra recorde de 101 milhões de toneladas. 

“A situação cambial estimula a venda externa e o país deve embarcar 40 milhões de toneladas”, destacou o dirigente. “A exportação enxugará o mercado interno e, portanto, o milho-grão ficará mais escasso e mais caro. E cita outro detalhe: 5 milhões de toneladas serão transformados em etanol de milho no Centro-Oeste do Brasil, o que reduzirá ainda mais a disponibilidade do grão no próximo ano”, completa o portal. 

Nesse cenário, ficou difícil segurar o produto no país com a cotação internacional e, por isto, a fuga de grãos continua: o Brasil já exportou em 2019 o volume de 39 milhões de toneladas. “Somente Santa Catarina – região altamente deficitária em milho – embarcou 335 mil toneladas este ano. Por outro lado, a seca que atinge o Paraná atrasará em 30 dias a colheita e a safrinha somente será colhida em julho”, indica o portal, que é especializado em informações agrícolas do País. 

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *