Conectado por

Porto Velho

Prefeitura de Porto Velho lança campanha para arrecadar alimentos


Compartilhe:

Publicado por

em

A pandemia de Covid-19 tem provocado uma crise econômica em várias vertentes e, com isso, famílias têm estado em constante situação de vulnerabilidade social. Para tentar mitigar estes efeitos, a Prefeitura de Porto Velho lança, nesta semana, a campanha “Vacina Contra a Fome”. A ideia é sensibilizar a população quanto à doação de alimentos não perecíveis a quem mais precisa neste momento crítico ajudando na ação de combate à fome.

O público que for a um dos dois pontos de vacinação exclusivos contra a Covid-19 é incentivado a doar um quilo ou mais de alimento e, desta forma, contribuirá na garantia da segurança alimentar de muitas famílias portovelhenses. “A doação não é obrigatória, é uma ação que estamos fazendo, pois neste momento há muitas pessoas necessitadas e passando fome”, diz a primeira-dama, Ieda Chaves, que é uma das coordenadoras do movimento no âmbito do município.

Ieda lembrou que outras iniciativas já estão ocorrendo em parceria com o empresariado local e, inclusive, com a destinação do salário doado pelo prefeito Hildon Chaves. “Mas, agora precisamos ampliar ainda mais e ajudar ainda mais pessoas e, para isso, precisamos das pessoas com seu ato de solidariedade sem muito trabalho, pois nós faremos todo o processo de montagem de cestas básicas e logístico com a distribuição dos alimentos àqueles que já são cadastrados e também àqueles que surgirem”, explicou a primeira-dama.

Primeira-dama é uma das coordenadoras da açãoPrimeira-dama é uma das coordenadoras da ação

Nos locais de vacinação, a população vai encontrar pontos de coleta de alimentos devidamente identificados (caixa e banner) e sem a necessidade de contato físico com outras pessoas, reduzindo assim a possibilidade de contágio pelo vírus. Todos juntos poderão integrar uma rede de solidariedade durante o dia de agendamento da imunização contra a Covid-19.

“A gente sabe que muitas pessoas querem ajudar e agora vamos proporcionar essa possibilidade de fazer cada vez mais a corrente do bem que contagia, e que haverá um sentimento de muita felicidade no coração, pois o bem maior é para quem está ajudando do que àquele está recebendo”, completou Ieda Chaves.

AÇÃO VOLUNTÁRIA

A Prefeitura de Porto Velho reitera que a doação é totalmente voluntária e não interfere no direito de se vacinar. O envolvimento da população é um ato de ajuda ao próximo em um momento delicado, unindo forças para ajudar famílias carentes do município.

O QUE DOAR?

A campanha está com pontos de coleta nos dois locais em que a vacinaçãoA campanha está com pontos de coleta nos dois locais em que a vacinação

Os alimentos não perecíveis são aqueles que podem ser conservados por maior período de tempo, entre eles, arroz, feijão, café, óleo, macarrão, café, fubá, açúcar e leite em pó.

PONTOS DE COLETA

A campanha Vacina Contra a Fome está com pontos de coleta nos dois locais em que a vacinação acontece em Porto Velho. Na Faculdade Uniron – Campus I, localizada na Avenida Mamoré, nº 1520, no bairro Cascalheira e também no Centro Universitário São Lucas – Campus II, na Rua João Goulart, nº 666, bairro Mato Grosso.

SERVIÇO

Para o recebimento das cestas, é preciso realizar o cadastramento via telefone institucional da Prefeitura de Porto Velho, pelo (69) 98473-1916 (WhatsApp). A facilidade será disponibilizada dentro de alguns dias também pelo aplicativo SASI, o mesmo usado para o agendamento de imunização.

Texto: Etiene Gonçalves
Foto: Emílio Tiago e SMC

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC

Prefeitura de Porto Velho