Conectado por

Meio Ambiente

Pela 2ª vez, AMAGGI é a única empresa brasileira com nota A- no CDP Forests Soy


Compartilhe:

Publicado por

em

Pela segunda vez consecutiva, a AMAGGI ocupa a posição de única companhia brasileira de soja a obter nota A- em uma das mais importantes pesquisas sobre gestão de riscos ambientais e melhores práticas associadas à liderança ambiental no mundo por parte das empresas, o CDP Forests Soy. Devido a seu desempenho na atuação ambiental ao longo de 2020, a AMAGGI é a única representante brasileira em um seleto grupo de apenas oito empresas que receberam a nota A (nota máxima) ou A- (segunda nota mais elevada) pelo cuidado dedicado aos recursos florestais no mundo todo no setor da soja.

Este mesmo reconhecimento já havia sido concedido à AMAGGI por sua atuação no ano de 2019. Responsável por conduzir a pesquisa e a avaliação de desempenho das empresas, a organização CDP havia anunciado os resultados referentes a 2019 no começo de 2020.

“Saber que somos a única empresa brasileira de soja a alcançar este reconhecimento do CDP Forests Soy pela segunda vez consecutiva confirma novamente o trabalho constante que temos realizado para a conservação dos recursos naturais onde atuamos e para a perenidade dos nossos negócios, mas também eleva o nosso grau de responsabilidade para nos mantermos nessa posição de liderança, por meio de uma atuação mais ativa no tema”, resume Juliana Lopes, diretora de Sustentabilidade, Comunicação e Compliance da AMAGGI.

Tendo como referência suas atuações no ano de 2020, mais de 9.600 empresas foram procuradas em todo o mundo pelo CDP para responderem a seus questionários nos temas florestas, mudanças climáticas e escassez de água. No tema floresta, 687 empresas – dos setores soja, pecuária, palma e madeira – responderam aos questionários de pesquisa referente à conservação florestal em suas atividades. Dentre as respondentes, apenas oito empresas em todo o mundo tiveram desempenho avaliado com notas A ou A- no tema floresta/setor soja, e a AMAGGI é a única representante brasileira neste grupo.

CDP

O CDP – que também aplica sua metodologia em levantamentos de riscos ligados a recursos hídricos (CDP Water Security) e mudanças climáticas (CDP Climate Change) – realiza anualmente levantamentos sobre políticas, compromissos empresariais e os riscos contidos nas atividades das empresas para os recursos naturais dos locais onde elas operam.

O questionário do CDP avalia, em notas de “A” a “F”, quesitos como divulgação, consciência, gestão e liderança das empresas sobre emissão de gases e investimentos em ações de mitigação do nível de poluentes liberados na atmosfera, além de consumo de água e impacto sobre a preservação das florestas. Quanto mais elevada a nota atribuída nos levantamentos, menor o risco vinculado à atividade da companhia em questão.

A organização atua em nome de mais de 525 investidores, que representam US$ 96 trilhões em ativos e 14 grandes empresas compradoras no mundo todo, possibilitando que possam avaliar riscos para investimentos de toda ordem.

Todos os resultados do levantamento do CDP podem ser conferidos em https://www.cdp.net/en/companies/companies-scores (“Explore the full 2020 scores”)

Assessoria