Conectado por

Mato Grosso

Para reforçar policiamento, 30% do efetivo administrativo é remanejado para às ruas


Compartilhe:

Publicado por

em

A operação Final de Ano, que irá reforçar o policiamento em Cuiabá e Várzea Grande, será responsável por remanejar 30% do efetivo que atua no serviço administrativo da Polícia Militar (PM) para às ruas. O trabalho de monitoramento de trânsito também será reforçado.  O lançamento será realizado na manhã de terça-feira, 27, na Praça Alencastro, na capital. 

A ação integrada vai até 02 de janeiro e tem como objetivo evitar os crimes relacionados ao alto fluxo de pessoas em regiões comerciais, como furto e roubo, assim como reduzir os índices de homicídio e tráfico de drogas na Baixada Cuiabana. Além do aumento dos policiais militares nas ruas, a Polícia Judiciária Civil irá monitorar junto ao Sistema Penitenciário a saída de presos por meio de benefícios e o monitoramento de quadrilhas especializadas em roubo e furto.

O Corpo de Bombeiros Militar irá realizar fiscalizações em locais de concentração de público, como bares, boates e lanchonetes, e fixar pontos de atendimento em regiões de grande movimento para atender possíveis ocorrências. As atividades em terra terão apoio do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) seja no patrulhamento ou na prisão de criminosos.

“Nosso trabalho tem como finalidade intensificar as ações na região metropolitana e coibir os delitos que ocorrem por causa do aumento do fluxo de pessoas nos locais de comércio e do 13º salário, assim como combater os crimes contra o patrimônio, que podem ocorrer por causa do deslocamento das famílias por causa das férias”, afirma o secretário-adjunto de Integração Operacional da Sesp, coronel PM Jonildo de Assis.

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento