Conectado por

Religião

O Desprezo


Compartilhe:

Publicado por

em

Eis que Deus é mui grande, contudo a ninguém despreza; grande é em força e sabedoria. Honrai a todos. Amai a fraternidade. Temei a Deus. Honrai ao rei. (Jó 36:5; 1 Pedro 2:17).

“O desprezo é mais comum que o pão”, constata o humanista argelino Noureddine Aba. Um provérbio indiano diz: “O dardo do desprezo perfura até a carapaça da tartaruga”. Isso ilustra bem o mal que podemos fazer quando desprezamos nosso próximo. Esse sentimento traz consigo o domínio, a intolerância, a violência do racismo, os atos de crueldade. Exemplos de personagens que usam o menosprezo não faltam na Bíblia, e são sempre homens opostos a Deus. Golias, por exemplo, o gigante que desafiava as tropas do exército de Israel, quando viu que Davi, o jovem eleito por Deus, se aproximava, o desprezou e o ignorou. Mas Davi, com uma destreza recebida de Deus, matou o gigante que se achava invencível (1 Samuel 17:41-54).

Como crentes devemos lembrar-nos, que o desprezo é uma forma de orgulho produzida pelo nosso coração mau (Marcos 7:21-22). Cada um dos nossos semelhantes é, como nós também, criado à imagem de Deus e, por isso, merece nosso respeito e apreciação. Imitemos nosso modelo, o Senhor Jesus Cristo, que Se fez homem para se aproximar de nós, e não temeu se identificar com os marginalizados e desprezados (Mateus 9:10-13;). Lembremo-nos também que em Sua sabedoria “Deus escolheu as coisas vis deste mundo, e as desprezíveis, e as que não são, para aniquilar as que são; para que nenhuma carne se glorie perante ele” (1 Coríntios 1:28-29).

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento