Conectado por

Cuiabá-MT

NOVA TECNOLOGIA: Cirurgia de próstata a laser e minimamente invasiva passa a ser realizada em Cuiabá


Compartilhe:

Publicado por

em

Pacientes com problemas de próstata agora podem realizar a cirurgia à laser em Cuiabá. Minimamente invasivo, o procedimento garante recuperação mais rápida e ainda permite mais vantagens no pós-cirúrgico, com menos sangramento e sem a necessidade de utilizar sonda por longo período.

P U B L I C I D A D E

Essas são algumas vantagens elencadas pelo médico urologista Dalvâni Elias, do Hospital São Mateus, em Cuiabá, que nos dias 13, 14 e 15 de abril, junto com sua equipe, realizou cinco cirurgias de próstata com a nova tecnologia.

“É um laser de alta potência, que foi desenvolvido para fazer uma cirurgia da próstata por dentro do canal da uretra, sem a necessidade de fazer cortes. Essa nova tecnologia vai substituir a raspagem, que era muito mais invasiva e limitada”, explica o médico.

Para próstatas de até 80 gramas, a técnica de raspagem ainda era possível ser feita com acesso pela uretra. Mas próstatas maiores só eram possíveis de serem acessadas por meio de corte no abdômen.

“O crescimento da próstata é inevitável, principalmente a partir dos 45 anos. E uma grande porcentagem dos homens vai ter algum sintoma como dificuldades para urinar, sangramento na urina, obstrução e vai acabar precisando de um tratamento cirúrgico”, explica Dalvani.

Com a cirurgia a laser, mesmo as próstatas grandes de até 400 gramas, por exemplo, podem ser operadas por meio da uretra. “E uma das vantagens é que menos de 1% dos pacientes tem o risco de recidiva”.

Entre as vantagens da cirurgia à laser está a redução de sangramento, sendo rara a necessidade de transfusão de sangue. “O paciente fica com sonda no máximo 24h e no outro dia após o procedimento já recebe alta hospitalar, sendo que na cirurgia tradicional precisa ficar sete dias com a sonda. Por ser menos invasiva, a nova técnica também permite voltar antes ao trabalho, assim como a ter relações sexuais”, enfatiza.

Para a realização das primeiras cirurgias em Mato Grosso, Dalvâni Elias contou com o apoio do médico Thiago Sato, que é professor de um centro de treinamento de cirurgia de próstata à laser em Curitiba.

 

AI

Publicidade



Desenvolvimento
 Bônus de boas-vindas
Nossa webrádio parceira: dj90.com.br