Conectado por

Mato Grosso

Mulher confessa que mentiu em denúncia de estupro por vergonha

Publicado por

em

 delegada Judá Maali, titular da Delegacia da Mulher de Cáceres, revelou que uma mulher que havia denunciado um estupro no dia 01 de junho dentro de um motel, no bairro DNER, em Cáceres (217 quilômetros de Cuiabá), na verdade inventou toda a história. E.R.C., 20 anos, foi indiciada por falsa comunicação de crime.

Continua após a publicidade

A história foi desmentida durante depoimento no Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC), onde um homem havia sido preso. Desde o início, a delegada estranhou a história contada pela mulher e decidiu acompanhar de perto a coleta de informações e depoimentos. Durante algumas horas a suposta vítima da agressão teria entrado em contradições diversas vezes. 
 
Os exames de corpo de delito não apresentaram nenhum sinal de que havia tido estupro da vítima. Após algum tempo, a mulher acabou dizendo que inventou toda a história. À delegada, explicou que é homossexual e que, por isso, ficou com raiva por ter ficado com um homem. Com o auxílio de uma amiga, ela resolveu inventar a história, na tentativa de prejudicar o rapaz.
 
O laudo para estupro deu negativo, e a mulher responderá por falsa comunicação de crime. A pena pode ser de 2 a 8 anos de prisão.
 
Segundo a denúncia feita pela mulher aos policiais militares, ela havia sido levada a força para um motel. De acordo com a versão ela havia sido mantida durante cerca de 4 horas, sendo abusada e forçada a usar entorpecente na companhia de um homem que teria conhecido em um baile.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *