Conectado por

Uncategorized

MedicMais inaugura primeira unidade em Rondônia


Compartilhe:

Publicado por

em

Pagar um convênio médico está cada vez mais difícil. É o que mostra uma pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas). De acordo com o levantamento, o brasileiro paga em média R$ 440,00 na mensalidade do plano de saúde, ou seja, em uma família com 4 pessoas o gasto com esse tipo de serviço é cerca de R$ 2 mil. Uma alternativa que tem sido bastante utilizada, principalmente para quem não deseja passar pelo atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS), são as clínicas médicas populares.

O modelo de negócio ganhou espaço com a crise que se instalou no Brasil e tornou-se âncora para quem busca alternativas na hora de consultar um médico. Neste cenário, a MedicMais, que já possui 70 unidades vendidas em todo o país, tem se destacado com uma das redes que mais expande. No mês de julho, a marca deverá inaugurar sua primeira unidade no estado de Rondônia, localizada na cidade de Vilhena.

De acordo com o sócio fundador da marca, Tiago Alves, o investimento em Rondônia justifica-se pela demanda na procura por serviços de saúde que ofereçam serviços de qualidade e com preços acessíveis. “O estado concentra uma população que tem grande preocupação com a saúde e não abre mão de um atendimento de qualidade. E como a mensalidade de um convênio médico tem comprometido demais o orçamento familiar, percebemos um crescimento cada vez maior de pessoas que buscam os nossos serviços”, afirma.

A unidade de Vilhena deverá contribuir para o faturamento da rede, que até o final de 2018 alcançará o valor de R$ 30 milhões.

Pagar um convênio médico está cada vez mais difícil. É o que mostra uma pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas). De acordo com o levantamento, o brasileiro paga em média R$ 440,00 na mensalidade do plano de saúde, ou seja, em uma família com 4 pessoas o gasto com esse tipo de serviço é cerca de R$ 2 mil. Uma alternativa que tem sido bastante utilizada, principalmente para quem não deseja passar pelo atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS), são as clínicas médicas populares.

O modelo de negócio ganhou espaço com a crise que se instalou no Brasil e tornou-se âncora para quem busca alternativas na hora de consultar um médico. Neste cenário, a MedicMais, que já possui 70 unidades vendidas em todo o país, tem se destacado com uma das redes que mais expande. No mês de julho, a marca deverá inaugurar sua primeira unidade no estado de Rondônia, localizada na cidade de Vilhena.

Resultado de imagem para MedicMais

De acordo com o sócio fundador da marca, Tiago Alves, o investimento em Rondônia justifica-se pela demanda na procura por serviços de saúde que ofereçam serviços de qualidade e com preços acessíveis. “O estado concentra uma população que tem grande preocupação com a saúde e não abre mão de um atendimento de qualidade. E como a mensalidade de um convênio médico tem comprometido demais o orçamento familiar, percebemos um crescimento cada vez maior de pessoas que buscam os nossos serviços”, afirma.

A unidade de Vilhena deverá contribuir para o faturamento da rede, que até o final de 2018 alcançará o valor de R$ 30 milhões.

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento