Conectado por

AL/MT

Max Russi cobra ministro da Infraestrutura por Ferronorte até Cuiabá


Compartilhe:

Publicado por

em

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Max Russi (PSB), participou neste sábado (17) da assinatura da ordem de início de serviço para a elaboração de projetos e execução do Contorno Norte de Cuiabá e Várzea Grande. O ato realizado no Palácio Paiaguás, com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, garante o início dos serviços para a elaboração de projetos e execução da obra, conhecida como Rodoanel.

Na oportunidade, Max pediu para que o governo federal agilize a chegada dos trilhos da Ferrovia Ferronorte, até Cuiabá, para impulsionar o desenvolvimento logístico de Mato Grosso.

“Quando nós melhoramos a logística de nosso Estado, nós damos condições ao nosso produtor, melhoramos muito a balança comercial do  país e damos melhores condições de vida ao nosso povo”, justificou.

Freitas garantiu a expansão da malha ferroviária até a capital e depois Lucas do Rio Verde.

“Em agosto a gente começa a obra da ferrovia de integração do centro oeste, que é outra ferrovia que vai chegar aqui no estado. E nós vamos sim, fazer a extensão da Ferronorte, até Lucas, com ramal pra Cuiabá”, assegurou o ministro.

Hoje a ferrovia que liga Sudeste e Centro-Oeste é de propriedade da Rumo Logística. Tem 755 km de extensão, passando pelos estados de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, ligando Santa Fé do Sul (SP) à Rondonópolis. O presidente também reforçou a parceria integral do Parlamento, quanto as ações de melhorias das estradas mato-grossenses, assegurou recursos da Assembleia, como complemento do aporte financeiro, para a efetivação das ações de infraestrutura. Ele parabenizou a união entre os poderes e ressaltou.

“O estado é considerado o principal produtor de soja no país e primeiro na produção de grãos”, complementou.

Nesse primeiro lote será executada a implantação de 21,5 quilômetros do trecho da BR-163/364, em Várzea Grande, até o entroncamento da MT-251, na Rodovia Emanuel Pinheiro, em Cuiabá, além da duplicação da pista em pavimento rígido. Em razão dessa duplicação, também deverão ser construídos dois viadutos na BR-163/364, dois viadutos na MT-010 e duas pontes sobre o Rio Cuiabá. Também está prevista a construção de uma trincheira na Avenida Antártica e três retornos e passagens em desnível. O governador Mauro Mendes (DEM) assinou junto o projeto. O secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Antônio Leite dos Santos Filho, e o representante do Consórcio MT Sul – SBS Engenharia – Future ATP – Vereda, Márcio Bozetti estiveram presentes na assinatura.

 

Obomdanoticia.com.br

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento