Conectado por

Cuiabá-MT

Intenção de consumo em julho tem aumento de 14,9% em Cuiabá


Compartilhe:

Publicado por

em

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF) em julho, em Cuiabá, teve aumento de 14,9%, conforme a pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e analisada pelo Instituto de Pesquisa e Análise da Fecomércio (IPF-MT). O resultado demostra tendência de crescimento para os próximos meses na capital.

De acordo com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio), também houve uma alta mensal de 0,4% sobre junho, chegando a 67 pontos, Em julho de 2020 a intenção de consumo em Cuiabá registrou 58,3 pontos.

A pesquisa analisou, ainda, que todos os indicadores apontam para uma elevação do consumo para os próximos meses, o que pode ser um sinal de recuperação da economia local.

Segundo a Federação, a alta, tanto na variação mensal quanto anual da pesquisa, foi observada nas famílias com renda inferior e superior a 10 salários mínimos. Ainda assim, os números se encontram abaixo de 100 pontos, o que indica uma percepção de insatisfação em termos de emprego, renda e capacidade de consumo.

O presidente da Fecomércio-MT, José Wenceslau de Souza Júnior, disse que apesar dos resultados serem melhores para as famílias mais ricas, aquelas que recebem menos também apresentaram resultados significativos na pesquisa.

Conforme a análise, o aumento no Índice de Volume de Vendas no varejo e na prestação de serviços no estado, dados do Banco Central do Brasil, reforçam a melhora na intenção de consumo em curto e médio prazo.

Apesar desse resultado positivo, a análise do IPF-MT também aponta preocupação com relação à segurança do emprego, sob o ponto de vista do empregado. Segundo a Fecomércio, 11,9% dos entrevistados se declararam desempregados.

G1.globo.com

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento