Conectado por

Porto Velho

II Conferência Municipal de Saúde de Porto Velho é encerrada com propostas para fortalecimento da saúde pública


Compartilhe:

Publicado por

em

Encerrou nesta quinta-feira (6) a II Conferência Municipal de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde de Porto Velho, evento organizado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) com apoio do Conselho Municipal de Saúde (CMS), com objetivo de promover o debate e a formulação de políticas para a melhoria do Sistema Único de Saúde (SUS) para trabalhadores e usuários.

P U B L I C I D A D E

A Conferência é um fórum de discussão que reúne diversos atores do setor de saúde, incluindo usuários do SUS, trabalhadores, gestores e representantes de entidades de controle social. Este evento faz parte de um processo mais amplo de participação democrática na formulação de políticas públicas de saúde, sendo um espaço onde são debatidos temas cruciais para o fortalecimento do SUS.

A abertura da II Conferência Municipal de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde de Porto Velho contou com a presença do prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, do Promotor da Saúde, Leandro Gandolfo, da secretária da Semusa, Eliana Pasini, representante do Ministério da Saúde e demais autoridades do setor.

 Hildon Chaves destacou a complexidade de levar os serviços para toda a populaçãoHildon Chaves destacou a complexidade de levar os serviços para toda a população

Em seu discurso, Hildon Chaves destacou a complexidade de levar os serviços para toda a população porto-velhense, devido à dimensão territorial da capital e que mesmo assim, a gestão não tem medido esforços para atender aos anseios da população. “Apesar da complexidade, é possível aplicar e trazer efetividade nas políticas públicas em prol da nossa população, dos nossos servidores que são muitas vezes incompreendidos. Essa discussão é importante para fortalecer e destacar a importância do SUS, modelo de assistência que não tem em nenhum outro país do mundo”, reforçou Hildon Chaves.

O promotor da Saúde, Leandro Gandolfo, reforçou a importância dos debates em prol da saúde, e a grande participação dos trabalhadores do setor presentes no evento. “Percebo a disposição dos senhores em poder colaborar com a saúde pública. E vocês são a melhor fonte para trazer ao poder público e políticas públicas da saúde, formas de como fazer melhor algo que não esteja funcionando devidamente, tanto para quem atua no serviço quanto para quem é atendido nesse serviço chamado SUS”.

O evento é um espaço onde são debatidos temas cruciais para o fortalecimento do SUSO evento é um espaço onde são debatidos temas cruciais para o fortalecimento do SUS

Eliana Pasini, secretária da Semusa, pontuou o esforço da secretaria em oportunizar melhores condições de trabalho e também qualificação para que os profissionais da saúde atendam cada vez melhor a população. “Esse é o momento em que reunimos todos os atores envolvidos na saúde pública para avaliações. O que está bom podemos melhorar ainda mais, o que não está, buscar formas de refazer, construir novas oportunidades e condições de aprimorar o trabalho. Por isso a conferência é importante, pois daqui saem propostas para nosso planejamento em saúde”, explicou Pasini.

A II Conferência Municipal de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde de Porto Velho trabalhou o tema “Democracia, Trabalho e Educação na Saúde para o Desenvolvimento: Gente que faz o SUS acontecer”. Durante os dois dias do evento, os participantes puderam assistir a palestras e participar de grupos de trabalho segmentados pelos três eixos principais:

1. Democracia, Controle Social e Equidade na Gestão Participativa: Discussões focadas na participação democrática e no controle social para garantir equidade na gestão do trabalho e da educação em saúde.
2. Trabalho Digno e Humanizado no SUS: Debates sobre a promoção de condições de trabalho adequadas e justas para os profissionais de saúde.
3. Educação e Desenvolvimento no SUS: Reflexões sobre a educação como ferramenta essencial para o desenvolvimento contínuo e a melhoria do SUS.

No segundo dia de evento foi realizada a plenária final, para consolidar as propostas discutidas durante o evento e eleger delegados que representarão Porto Velho na Conferência Estadual. Esses delegados serão responsáveis por levar adiante as demandas e sugestões locais, contribuindo para a construção de um SUS mais forte e eficiente. A II Conferência Municipal de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde de Porto Velho destacou-se como um espaço para a troca de ideias e a formulação de políticas que buscam fortalecer a saúde pública, tornando-a mais acessível e resolutiva para toda a população.

Texto: Semusa
Foto: Wesley Pontes

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Publicidade



Desenvolvimento
 Bônus de boas-vindas
Nossa webrádio parceira: dj90.com.br