Conectado por

Acre

Gladson diz que não vê possibilidade de intervenção na segurança, mas que “não criará dificuldades se for necessário”

Publicado por

em

Cumprindo uma série de agendas em Brasília, o governador Gladson Cameli afirmou ao ac24horas na manhã desta quinta-feira, 6, que não trabalha com a possibilidade de decretar uma intervenção federal.

“Eu estou trabalhando, correndo em todos os ministérios com o objetivo de tentar amenizar essa situação, sentamos com o Ministro Moro que nos garantiu apoio. Hoje não existe parâmetro para esse tipo de pedido, mas se isso ocorrer mas para frente, não criarei dificuldades se for necessário. Eu não tenho problema nenhum com isso”, disse o Chefe do Palácio Rio Branco.

A manifestação de Cameli ocorre após a apresentação do ofícios de autoria do deputado Roberto Duarte (MDB) e Emerson Jarude (sem partido), na Assembleia Legislativa e Câmara de Rio Branco, pedindo ao governador a decretação de uma intervenção federal na Segurança Pública.

Sobre o ofício, Cameli disse que os parlamentares tem o direito de manifestar como bem entenderem, porém “sem politicagem”. “É um direito deles. Como democrata apoio qualquer tipo de manifestação. Eu não sou candidato a prefeito e espero sinceramente que isso não seja uma forma de politicagem”, enfatizou.

O governador voltou a reafirmar sobre uma agenda que está organizando com sua equipe no próximo domingo, 9, no Palácio Rio Branco, às 10h da manhã. “Estou chamando todos os membros dos poderes para uma conversa franca. Quero o apoio de todos, inclusive dos donos dos jornais. Essa união tem que ser conjunta, única, sem desvios para que de fato a população almeje a paz”.

FONTE: AC24HORAS