Conectado por
Governo de Rondônia

Geral

Estudos revelam benefícios do ômega 3 de cadeia longa

Publicado por

em


Continua após a publicidade

Estudo publicado pela Nutrition Review revela que o tratamento da doença hepática gordurosa de origem não alcoólica (DHGNA) por meio da ingestão de ácidos graxos poli-insaturados ômega 3 de cadeia longa resulta em melhorias estatisticamente significativas em diversos parâmetros da doença, como o teor de gordura no fígado,  o marcador de esteatose (degeneração gordurosa) e outros indicadores de risco cardiometabólico. A revisão de 18 estudos de intervenção controlada avaliou a eficácia dos ácidos graxos poli-insaturados ômega 3 de cadeia longa (n-3 LC-PUFA) em pacientes adultos e pediátricos diagnosticados com doença hepática gordurosa de origem não alcoólica (DHGNA).

O objetivo desta revisão foi avaliar sistematicamente os efeitos dos n-3 LC-PUFA, em particular, o ácido eicosapentaenóico (EPA) e o ácido docosahexaenóico (DHA), em indicadores metabólicos e relacionados ao fígado em pacientes adultos e pediátricos com a doença. De acordo com o relatório, a ingestão diária mínima efetiva é de 250 mg de DHA em pacientes pediátricos e aproximadamente 3,0 g de EPA e DHA em pacientes adultos. Os autores concluíram que os pacientes adultos e pediátricos que sofrem da doença DHGNA devem ser incentivados a aumentar sua ingestão de n-3 LC-PUFA, além de seguir um plano de dieta adequado e aumentar os níveis de atividade física.

Outros estudos mostraram que pacientes com DHGNA manifestam baixos níveis de EPA  e DHA em comparação com pacientes sem DHGNA.[i] Em fevereiro de 2018, a BASF lançou ao mercado o Hepaxa™, nos Estados Unidos, como o primeiro produto específico para o tratamento dietético de pessoas com doença hepática gordurosa de origem não alcoólica. O Hepaxa aumenta os níveis desses ácidos graxos importantes nesses pacientes, o que melhora a capacidade do fígado para processar a gordura.

“A meta-análise fornece mais evidências de que o aumento da ingestão de n-3 LC-PUFA pode ajudar no tratamento dietético da DHGNA”, comenta Christoph Garbotz, responsável comercial pelas Soluções Avançadas para a Saúde da BASF. “O Hepaxa representa um grande avanço de suporte nutricional para pacientes com DHGNA, além de uma dieta saudável e exercício físico. O Hepaxa permite controlar as primeiras fases da doença. O suplemento está em uma posição única para ajudar milhões de pacientes afetados pela DHGNA, uma das doenças hepáticas mais comuns”, considera.

O Hepaxa é fabricado com uma tecnologia de purificação patenteada que remove poluentes orgânicos persistentes e outros lipídios indesejados, como o colesterol, que são encontrados naturalmente em muitos produtos à base de óleo de peixe. A pesquisa mostrou que um contaminante específico, o PCB 153, é particularmente perigoso para os pacientes com DHGNA. Como a função hepática dos pacientes com DHGNA é afetada, é importante limitar a exposição a contaminantes indesejados que estão naturalmente presentes em muitos óleos de peixe menos refinados. O Hepaxa se destaca por seu excelente perfil de segurança. Obteve o reconhecimento GRAS (“Geralmente reconhecido como seguro”, na sigla em inglês) para uso como produto de nutrição clínica para tratamento dietético da DHGNA, com uma dose de até 3 g/dia de EPA e DHA, tanto para adultos quanto para crianças de 10 anos ou mais.

O Hepaxa está disponível sob supervisão médica como um produto de nutrição clínica nos EUA para pacientes com 10 anos de idade ou mais com a doença hepática gordurosa de origem não alcoólica. É distribuído em todo o país através da DIEM Labs, LLC. Os médicos e profissionais de saúde podem solicitar documentação e amostras do produto e os pacientes podem encontrar informações para compartilhar com seus médicos em www.Hepaxa-USA.com.

É possível conferir a revisão sistemática e meta-análise no link:  https://academic.oup.com/nutritionreviews/article/76/8/581/5039045?guestAccessKey=51871de3-e2d7-47a6-ae12-01e6f5fded40

Sobre a divisão de Nutrição e Saúde da BASF

A divisão de Nutrição e Saúde da BASF oferece um amplo portfólio de serviços e produtos para nutrição humana e animal e para os setores farmacêuticos e de aromas e fragrâncias. Com soluções inovadoras e tecnologias modernas, podemos ajudar nossos clientes a melhorar sua eficiência comercial e a viabilidade de seus produtos. Nossas soluções para a nutrição humana incluem vitaminas e carotenoides, esteróis vegetais, emulsificantes e ácidos graxos ômega 3. Além disso, vitaminas e carotenoides também formam uma parte importante do nosso portfólio de produtos de nutrição animal, bem como outros aditivos alimentares, tais como oligoelementos, enzimas e ácidos orgânicos. Oferecemos ao setor farmacêutico uma ampla gama de excipientes e um grande volume de ingredientes farmacêuticos ativos selecionados, como o ibuprofeno e os ácidos graxos ômega 3. Além disso, oferecemos ingredientes aromáticos, como citral, geraniol e mentol. A divisão de Nutrição e Saúde da BASF opera na Europa, América do Norte, América do Sul e Ásia/Pacífico. Para mais informações, visite www.basf.com.

 

Sobre a BASF

Na BASF, criamos química para um futuro sustentável. Combinamos sucesso econômico com a proteção ambiental e a responsabilidade social. Os mais de 115.000 funcionários do Grupo BASF contribuem para o sucesso de nossos clientes em quase todos os setores e em praticamente todos os países do mundo. Nosso portfólio de produtos é organizado em cinco segmentos: produtos químicos, produtos de desempenho, soluções e materiais funcionais, soluções agrícolas e óleo e gás. Em 2017, a BASF gerou vendas no valor de 64,5 bilhões de dólares. A BASF é cotada nas bolsas de valores de Frankfurt (BAS), Londres (BFA) e Zurique (BAS). Para mais informações visite www.basf.com.